Temporada Gulbenkian de Música perde Martha Argerich e ganha Maria João Pires

A pianista Maria João Pires atua, na quinta e na sexta-feira, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, no âmbito da Temporada de Música, substituindo Martha Argerich, outra das “grandes pianistas” da atualidade, anunciou hoje a fundação.

Temporada Gulbenkian de Música perde Martha Argerich e ganha Maria João Pires

Temporada Gulbenkian de Música perde Martha Argerich e ganha Maria João Pires

A pianista Maria João Pires atua, na quinta e na sexta-feira, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, no âmbito da Temporada de Música, substituindo Martha Argerich, outra das “grandes pianistas” da atualidade, anunciou hoje a fundação.

Maria João Pires substitui a pianista helvético-argentina, ausente “por motivos de força maior”, e interpretará o Concerto para Piano n.º 20, de Wolfgang Amadeus Mozart, de acordo com o comunicado da Fundação.

Segundo a programação apresentada em finais de agosto, a pianista Martha Argerich, uma presença regular nas temporadas de música da fundação, iria no entanto estrear-se com a Orquestra Gulbenkian, sob a direção do maestro titular, Lorenzo Viotti, com uma das obras maiores do reportório russo: o Concerto para Piano e Orquestra n.º 3, de Sergei Prokofiev.

Na quinta e na sexta-feira, o programa no grande auditório da Fundação, em Lisboa, além do concerto de Mozart, inclui a Sinfonia n.º 9, em Mi Bemol Maior, de Dimitri Schostakovich, também pela Orquestra, sob a direção de Viotti.

Em março, o terceiro e último recital de Maria João Pires, anunciado para a passada Temporada Gulbenkian Música, foi cancelado na sequência da adoção das “orientações da Direção-Geral da Saúde para prevenir a transmissão da covid-19 em equipamentos culturais”.

Segundo a Fundação, a pianista Maria João Pires, de 76 anos, “é, sem dúvida, uma das mais importantes intérpretes da história da música portuguesa”.

NL // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS