Tempestade Elsa e depressão Fabien cortaram luz a 1,7 milhões de pessoas

A tempestade Elsa e a depressão Fabien, entre 18 e 23 de dezembro de 2019, provocaram interrupções no fornecimento de luz a cerca de 1,7 milhões de clientes, revelou hoje a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

Tempestade Elsa e depressão Fabien cortaram luz a 1,7 milhões de pessoas

Tempestade Elsa e depressão Fabien cortaram luz a 1,7 milhões de pessoas

A tempestade Elsa e a depressão Fabien, entre 18 e 23 de dezembro de 2019, provocaram interrupções no fornecimento de luz a cerca de 1,7 milhões de clientes, revelou hoje a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

De acordo com o Relatório da Qualidade de Serviço Técnica do Setor Elétrico relativo a 2019, divulgado hoje pela ERSE, “O referido incidente afetou 1.699.906 clientes distribuídos pelos seguintes níveis de tensão: alta tensão, média tensão e baixa tensão”.

Os fenómenos meteorológicos extremos, ocorridos em Portugal continental entre os dias 18 e 23 de dezembro de 2019, tiveram um “grande impacto” na continuidade do serviço de eletricidade, refere o regulador.

Em fevereiro do mesmo ano, a tempestade Helena também já tinha afetado o fornecimento de luz a 240.299 clientes de eletricidade em alta, média e baixa tensão (AT, MT e BT).

Adicionalmente, o incidente meteorológico de grande impacto ocorrido entre os dias 25 e 26 de agosto de 2019, que afetou as regiões do Norte, interior Centro e Alentejo, afetou 289.546 clientes, também em todos os níveis de tensão.

“Em 2019, a ERSE aprovou a classificação de 293 ocorrências como eventos excecionais, na sequência de pedido fundamentado por parte da EDP Distribuição”, refere o regulador.

No entanto, o relatório concluiu que a continuidade de serviço percecionada pelos clientes da EDP Distribuição melhorou em 2019, face a 2018.

O número total de incumprimentos dos padrões individuais de continuidade de serviço reduziu-se 51% face ao ano anterior e o valor total das compensações pagas aos clientes reduziu-se 61% comparativamente com o valor pago em 2018.

“Excluindo o efeito dos eventos excecionais, verifica-se que o desempenho da EDP Distribuição foi ligeiramente melhor que no ano anterior. Todos os padrões gerais de continuidade de serviço estabelecidos foram respeitados, quer para a rede MT, quer para a rede BT, nas três zonas de qualidade de serviço”, lê-se no documento.

O mesmo relatório revela, ainda, que os clientes de eletricidade em baixa tensão foram compensados em cerca de 197 mil euros pelos operadores de redes elétricas, devido a interrupções no serviço em 2019.

A ligação de baixa tensão (BT) destina-se, tipicamente, a clientes residenciais, lojas, escritórios e pequenas empresas.

 

LEIA MAIS

Meteorologia: Previsão do tempo para quinta-feira, 8 de outubro

 

Impala Instagram


RELACIONADOS