Tempestade Eloise deve atingir Moçambique no próximo fim-de-semana

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inam) de Moçambique prevê que a tempestade Eloise atinja a costa do país no dia 23 ou 24 de janeiro, próximo fim-de-semana, anunciou em comunicado.

Tempestade Eloise deve atingir Moçambique no próximo fim-de-semana

Tempestade Eloise deve atingir Moçambique no próximo fim-de-semana

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inam) de Moçambique prevê que a tempestade Eloise atinja a costa do país no dia 23 ou 24 de janeiro, próximo fim-de-semana, anunciou em comunicado.

“As projeções atuais indicam que esta tempestade pode atingir a costa moçambicana nos dias 23 ou 24 de janeiro, afetando as províncias da Zambézia, Sofala e Inhambane”, alerta o Inam.

O serviço de meteorologia francês da ilha de Reunião, no oceano Índico e que mantém um acompanhamento permanente das depressões atmosféricas, refere que a tempestade é forte e deverá começar hoje à noite a atingir Madagáscar.

“Eloise deve sair [de Madagáscar] pela zona sul do Canal de Moçambique na próxima quinta-feira. Deverá então intensificar-se e poderá atingir a costa moçambicana no fim-de- semana já na fase de ciclone”, prevê.

A zona centro de Moçambique foi atingida no final de 2020 pela tempestade Chalane que afetou 73.500 pessoas e provocou sete mortos, segundo o último balanço das autoridades.

O país entra agora em plena época chuvosa e ciclónica, que ocorre entre os meses de outubro e abril, com ventos ciclónicos oriundos do Índico e cheias com origem nas bacias hidrográficas da África Austral.

O período chuvoso de 2018/2019 foi dos mais severos de que há memória em Moçambique: 714 pessoas morreram, incluindo 648 vítimas de dois dos maiores ciclones (Idai e Kenneth) que já se abateram sobre o país em curto espaço de tempo desde que há registos meteorológicos.

 

LFO // PJA

Lusa/fim

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS