Suspeito da morte de Maddie chama-se Christian B, é violador e pedófilo

O homem está preso na Alemanha por ter violado uma mulher em Portugal. Tem no cadastro outras condenações por abuso sexual de menores.

Suspeito da morte de Maddie chama-se Christian B, é violador e pedófilo

Suspeito da morte de Maddie chama-se Christian B, é violador e pedófilo

O homem está preso na Alemanha por ter violado uma mulher em Portugal. Tem no cadastro outras condenações por abuso sexual de menores.

Um jornal alemão acaba de divulgar uma imagem do suspeito de raptar Madeleine McCann de uma casa da Praia da Luz, no Algarve, em maio de 2007. Chama-se de Christian B., é alemão, tem 43 anos e está preso na Alemanha pela prática de crimes de violação e tráfico de droga.

Segundo o Jornal de Notícias, o homem está preso na Alemanha por ter violado uma mulher em Portugal. Tem no cadastro outras condenações por abuso sexual de menores. O jornal Braunschweiger Zeitung especifica que a violação foi cometida em 2005 e que a vítima é uma mulher americana de 72 anos.

O homem terá vivido “mais ou menos permanentemente no Algarve durante períodos entre 1995 e 2007, inclusive por alguns anos numa casa entre Lagos e a Praia da Luz” e desempenhado vários trabalhos.

“Durante esse período, exerceu vários biscates na área de Lagos, entre outros, na restauração. Há também indícios que ele também ganhou a vida a cometer crimes como roubos em complexos de hotéis e apartamentos de férias, além de tráfico de drogas”, continua a nota do BKA.

“As autoridades investigadoras conhecem alguns dos veículos que ele usava na época, vários pontos de contacto e um número de telemóvel português”, acrescenta o Departamento Federal de Polícia Criminal.

Madeleine McCann desapareceu poucos dias antes de fazer 4 anos, a 03 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

A polícia britânica começou por formar uma equipa em 2011 para rever toda a informação disponível, abrindo um inquérito formal no ano seguinte, tendo até agora despendido perto de 12 milhões de libras (14 milhões de euros).

A PJ reabriu a investigação em 2013, depois de o caso ter sido arquivado pela Procuradoria-Geral da República em 2008, ilibando os três arguidos, os pais de Madeleine, Kate e Gerry McCann, e um outro britânico, Robert Murat.

LEIA MAIS As 48 perguntas da PJ às quais Kate McCann nunca quis responder

 Leia a a sua revista sem sair de casa

Vivemos tempos de exceção mas, mesmo nestes dias em que se impõe o recolhimento e o distanciamento social, nós queremos estar consigo. Na impossibilidade de comprar a sua revista favorita nos locais habituais, pode recebê-la no conforto de sua casa, em formato digital, no seu telemóvel, tablet ou computador.

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

Impala Instagram


RELACIONADOS