Surto de monkeypox em países não endémicos supera os 2.000 casos

Os casos do vírus ‘monkeypox’ em zonas onde a doença não é endémica superam os 2.000 em 36 países, de acordo com um novo relatório publicado pela Organização Mundial de Saúde

Surto de monkeypox em países não endémicos supera os 2.000 casos

Surto de monkeypox em países não endémicos supera os 2.000 casos

Os casos do vírus ‘monkeypox’ em zonas onde a doença não é endémica superam os 2.000 em 36 países, de acordo com um novo relatório publicado pela Organização Mundial de Saúde

Segundo o documento citado pela agência Efe, os países com mais casos confirmados são o Reino Unido (524 contágios), Espanha (313), Alemanha (263), Portugal (241), Canadá (159) e França (125), sendo a Europa a região mais afetada, com 26 países com casos positivos.

Na América, além dos casos registados no Canadá, confirmam-se 72 nos Estados Unidos, cinco no México e Brasil, três na Argentina e um na Venezuela.

Quanto à África central e ocidental, de onde a doença é endémica, este ano já se confirmaram 64 contágios, ainda que se tenham registados mais de 1.400 casos suspeitos.

A OMS mantém o nível de risco “moderado” perante o surto, por ser a primeira vez que se dão focos de contágio em países não endémicos, e muito distantes entre si.

A organização com sede em Genebra liga o atual surto a contactos sexuais entre homens, ainda que, em princípio, não se trate de uma doença sexualmente transmissiva, mas sim transmitida por contacto físico próximo.

Relativamente ao surto, a OMS mantém a sua recomendação de não adotar restrições a viagens, ainda que aconselhe que se evitem deslocações a quem revele sintomas ligados à doença.

JE // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS