SPA congratula-se com proclamação do Dia Mundial da Língua Portuguesa

A Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) congratulou-se hoje com a proclamação pela UNESCO de 05 de maio como Dia Mundial da Língua Portuguesa, considerando que é “um passo importante” para que esta se torne “língua de trabalho na ONU”.

SPA congratula-se com proclamação do Dia Mundial da Língua Portuguesa

SPA congratula-se com proclamação do Dia Mundial da Língua Portuguesa

A Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) congratulou-se hoje com a proclamação pela UNESCO de 05 de maio como Dia Mundial da Língua Portuguesa, considerando que é “um passo importante” para que esta se torne “língua de trabalho na ONU”.

“A Sociedade Portuguesa de Autores congratula-se com o facto de a UNESCO [Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura] ter tomado, em Paris, a decisão de dedicar o dia 05 de Maio à comemoração da importância da língua portuguesa no mundo como instrumento de comunicação e de civilização para mais de 260 milhões de pessoas em quatro continentes”, referiu, em comunicado, a SPA.

Na nota, a SPA assinalou que “este é também um passo importante para que a língua portuguesa venha a tornar-se língua de trabalho na ONU [Organização das Nações Unidas], estatuto de que gozam hoje o inglês, o francês, o espanhol, o chinês, o árabe e o russo”.

Nesse sentido, a cooperativa destacou que a língua portuguesa é, “com uma expressão crescente”, uma das mais usadas “no domínio das redes sociais”.

A SPA apontou ainda que lidera “um programa de cooperação no quadro da lusofonia” e que “tem vindo a trabalhar” para que a língua portuguesa “tenha cada vez mais expressão a nível global”.

Na nota enviada à comunicação social, a SPA felicitou ainda a UNESCO pela decisão e mostrou a sua “disponibilidade e empenho” para “acentuar a importância da língua portuguesa como instrumento poderoso de comunicação e cooperação”.

A UNESCO ratificou hoje a celebração do Dia Mundial da Língua Portuguesa em 05 de maio, tornando oficial a proposta apresentada pelos países lusófonos.

Na proposta hoje aprovada, pode ler-se que “o português é a linguagem de nove estados-membros da UNESCO, que é a língua oficial em três organizações continentais e da Conferência Geral da UNESCO e é falada por mais de 265 milhões de pessoas, sendo uma das mais faladas no hemisfério norte”.

Na argumentação para a ratificação da proposta, a UNESCO escreve que “é necessário implementar uma cooperação mais abrangente entre os povos através do multilateralismo, aproximação cultural e diálogo entre civilizações, em linha com o que está estipulado na constituição” desta organização.

“Fico muito feliz, eu acompanhei o processo”, afirmou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em Lisboa, sobre a proclamação da UNESCO, acrescentando: “É o reconhecimento de uma grande língua no mundo, uma das maiores línguas do mundo, de que nos orgulhamos nós, portugueses, e todos os que falam essa língua”

Já a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, considerou, em Paris, que a ratificação de 05 de maio como Dia Mundial da Língua Portuguesa mostra que o português “é hoje, efetivamente, uma língua do mundo e para o mundo”.

A governante defendeu que “a projeção internacional da língua portuguesa conhece hoje um novo marco de grande simbolismo”, com a proclamação do Dia Mundial da Língua Portuguesa, um “reconhecimento justo da sua relevância global”.

JYO (MBA/CYF/IEL) // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS