Sindicato dos trabalhadores da Cultura convoca greve para 20 de novembro

O Sindicato dos Trabalhadores de Espetáculos, de Audiovisual e dos Músicos emitiu um pré-aviso de greve para 20 de novembro, dia da manifestação nacional da CGTP, em Lisboa.

Sindicato dos trabalhadores da Cultura convoca greve para 20 de novembro

Sindicato dos trabalhadores da Cultura convoca greve para 20 de novembro

O Sindicato dos Trabalhadores de Espetáculos, de Audiovisual e dos Músicos emitiu um pré-aviso de greve para 20 de novembro, dia da manifestação nacional da CGTP, em Lisboa.

Lisboa, 12 nov 2021 (Lusa) — O Sindicato dos Trabalhadores de Espetáculos, de Audiovisual e dos Músicos (Cena-STE) emitiu um pré-aviso de greve para 20 de novembro, dia para o qual está agendada uma manifestação nacional da CGTP, em Lisboa.

De acordo com um comunicado divulgado no ‘site’ oficial daquele sindicato, “o CENA-STE, de forma a garantir a possibilidade de participação de todos os trabalhadores do Setor das Artes de Espetáculos, do Audiovisual e dos Músicos na Manifestação Nacional do próximo dia 20 de Novembro, emitiu um pré-aviso de greve para esse mesmo dia”.

A greve, referente “a todo o trabalho, em todos os turnos, em território nacional”, abrange “todos os trabalhadores do setor dos espetáculos e do audiovisual, independentemente da sua filiação sindical, das funções que desempenhem e do seu vínculo”.

A CGTP convocou uma manifestação nacional, em 20 de novembro, em Lisboa, pelo aumento geral dos salários, a erradicação da precariedade, a redução do horário de trabalho e em defesa da contratação coletiva.

A decisão, tomada pelo Conselho Nacional da CGTP-IN, em outubro, teve em conta “o crescendo das lutas em todos os setores e a urgência de dar respostas aos problemas dos trabalhadores e do país”.

“Este será um momento de grande importância, em que os trabalhadores de todos os setores de atividade trarão à rua as suas reivindicações concretas, em luta pela melhoria das suas condições de vida e de trabalho, exigindo a valorização do trabalho e dos trabalhadores e uma política que garanta um futuro melhor num país desenvolvido que dignifique quem trabalha e produz a riqueza”, considerou o Conselho Nacional na resolução aprovada.

JRS (RRA) // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS