Série da RTP “Deus Cérebro” distinguida com o Grande Prémio Internacional URTI

A série documental “Deus Cérebro” foi distinguida com o Grande Prémio Internacional da União Internacional de Rádio e Televisão (URTI) do Documentário de Autor, na sua 48.ª edição.

Série da RTP

Série da RTP “Deus Cérebro” distinguida com o Grande Prémio Internacional URTI

A série documental “Deus Cérebro” foi distinguida com o Grande Prémio Internacional da União Internacional de Rádio e Televisão (URTI) do Documentário de Autor, na sua 48.ª edição.

A série documental “Deus Cérebro” foi distinguida com o Grande Prémio Internacional da União Internacional de Rádio e Televisão (URTI) do Documentário de Autor, na sua 48.ª edição, divulgou hoje a Radio e Televisão de Portugal (RTP).  A série, com realização de António José de Almeida, foi produzida pela Panavideo para a RTP, e conta com a “participação de várias personalidades e investigadores de referência mundial, que dão importantes pontos de vista e dados científicos sobre aquele que é considerado o mais misterioso e complexo órgão do ser humano”, explica a RTP, que destaca a participação dos cientistas portugueses António Damásio, Alcino Silva, Rui Costa, Alexandre Castro Caldas e Pedro Cabral.

LEIA DEPOIS
Garantias vão ter prazos maiores para tornar produtos mais duráveis

Prémio é atribuído anualmente às produções audiovisuais

A URTI considerou esta série documental “um importante contributo científico para a compreensão dos mistérios do cérebro humano, destacando o primeiro episódio – ‘Maquinaria das Emoções’ – que mostra como a inteligência está ligada às emoções e o que distingue o nosso cérebro do dos animais”, acrescenta a RTP.  O Grande Prémio Internacional URTI do Documentário de Autor é atribuído anualmente às produções audiovisuais que mais se destacaram na abordagem das grandes questões sociais e também no domínio da arte e da cultura, segundo a mesma fonte.

LEIA TAMBÉM
Novos contratos de arrendamento sobem em média 11,5%

Para a RTP “este prémio comprova a qualidade do trabalho desenvolvido” pela estação pública na área dos documentários, “cuja visibilidade e impacto têm sido notórios nos grandes mercados internacionais”. A terceira temporada da série “Novos Vizinhos”, uma coprodução da Eurovisão, sobre a integração e o diálogo intercultural, recebeu o Prémio ‘Martine Filippi Prize for Discovery’, atribuído também pela URTI. Este projeto contou com a realização e produção de um dos episódios, “Um Só Deus”, pela RTP/Açores.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS