Seis filmes com produção portuguesa no festival de cinema de Melbourne

Seis filmes com produção portuguesa, entre os quais “Diários de Otsoga”, “Suspensão” e “Nestor”, integram o Festival de Cinema de Melbourne, que decorre na Austrália, apenas ‘online’ por causa da covid-19.

Seis filmes com produção portuguesa no festival de cinema de Melbourne

Seis filmes com produção portuguesa no festival de cinema de Melbourne

Seis filmes com produção portuguesa, entre os quais “Diários de Otsoga”, “Suspensão” e “Nestor”, integram o Festival de Cinema de Melbourne, que decorre na Austrália, apenas ‘online’ por causa da covid-19.

O festival deveria ter acontecido presencialmente em sala, mas acabou por ser convertido para um evento ‘online’, uma vez que a Austrália enfrenta um novo confinamento para fazer face ao aumento de casos de infeção no país.

A programação desta edição conta com seis filmes com produção ou coprodução portuguesa, nomeadamente “Diários de Otsoga”, primeiro filme conjunto de Miguel Gomes e Maureen Fazendeiro, rodado no verão passado já em plena pandemia, com os atores Crista Alfaiate, Carloto Cotta e João Nunes Monteiro e toda a equipa técnica confinada numa casa.

“Diários de Otsoga”, que está a fazer um percurso por festivais internacionais, depois de ter sido estreado no festival de Cannes, chega aos cinemas portugueses na quinta-feira.

No festival de Melbourne estão ainda as curtas-metragens portuguesas “Nestor”, de João Gonzalez, e “Suspensão”, de Luís Soares, assim como “Espíritos e rochas: Um mito açoriano”, da cineasta suíço-turca Aylin Gökmen, rodado nos Açores.

A longa-metragem “Gaza, mon amour”, dos irmãos palestinianos Arab e Tarzan Nasser e parcialmente rodado em Portugal, e a curta documental “To feather, to wither”, da finlandesa Hanna Hovitie, feito no contexto do programa DocNomads, do qual faz parte, também integram o festival australiano, que termina no dia 22.

SS // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS