SATA cancela ligação entre Lisboa e Horta e mais de 20 voos interilhas

A transportadora aérea SATA anunciou o cancelamento de uma ligação Lisboa-Horta-Lisboa e de mais de 20 voos interilhas açorianas previstos para quarta-feira devido ao furacão “Lorenzo”.

SATA cancela ligação entre Lisboa e Horta e mais de 20 voos interilhas

SATA cancela ligação entre Lisboa e Horta e mais de 20 voos interilhas

A transportadora aérea SATA anunciou o cancelamento de uma ligação Lisboa-Horta-Lisboa e de mais de 20 voos interilhas açorianas previstos para quarta-feira devido ao furacão “Lorenzo”.

Ponta Delgada, Açores, 01 out 2019 (Lusa) – A transportadora aérea SATA anunciou hoje o cancelamento de uma ligação Lisboa-Horta-Lisboa e de mais de 20 voos interilhas açorianas previstos para quarta-feira devido à passagem pelo arquipélago do furacão “Lorenzo”.

Em virtude da passagem do furacão, “que afetará particularmente as ilhas dos grupos Central e Ocidental”, a SATA Air Açores – que opera no arquipélago – e a Azores Airlines – que faz as ligações para fora dos Açores – informam em nota enviada à imprensa “que irão proceder ao cancelamento” de alguns voos programados para quarta-feira.

No total, diz a empresa, serão afetados 670 passageiros nos voos da SATA Air Açores e 193 passageiros nos voos da Azores Airlines, sendo que “todos os passageiros afetados irão ser reacomodados em voos” entre quarta-feira e sexta-feira.

“A operação aérea para as ilhas do grupo Central deverá ser retomada ainda no dia 02 de outubro [quarta-feira], a partir das 16:00 (hora local, mais uma em Lisboa), altura que se prevê melhoria do estado do tempo”, indica a empresa.

Os primeiros efeitos do furacão “Lorenzo”, atualmente na categoria 2, deverão começar a fazer-se sentir a partir da noite de hoje nos grupos Ocidental e Central dos Açores, com vento forte, agitação marítima e chuva.

“A partir da noite de hoje já se deverão começar a fazer sentir os efeitos do furacão nos grupos Ocidental (Flores e Corvo) e Central (Terceira, Pico, São Jorge, Graciosa e Faial) – o vento forte, agitação marítima e alguma chuva. O período mais crítico será durante a madrugada e a manhã de quarta-feira”, disse à agência Lusa o delegado do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) nos Açores, Carlos Ramalho.

Segundo o meteorologista, com a aproximação do furacão haverá um “agravamento gradual do tempo”, mas as duas ilhas que compõem “o grupo Ocidental do arquipélago deverão ser as mais atingidas”.

De acordo com um comunicado do IPMA, divulgada esta manhã, o furacão “Lorenzo” — de categoria 2 na escala de Saffir-Simpson (que vai de 1 a 5, sendo 5 o nível mais intenso) – encontrava-se “a aproximadamente 1.000 quilómetros a sudoeste da ilha das Flores, deslocando-se para nordeste a uma velocidade de 35 quilómetros por hora”.

O IPMA acrescenta que, “mantendo-se as previsões da trajetória, o centro do furacão deverá passar com categoria 1, na quarta-feira, ligeiramente a oeste das Flores, afetando especialmente o grupo Ocidental”.

Porém, “todo o arquipélago sentirá efeitos do furacão”.

PPF // MCL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS