Rosa Grilo gastou cinco mil euros em mobília de quarto após morte do marido

No lugar da cama de casal, terão sido colocadas duas camas de solteiro. Esta jogada, para as autoridades, pretendia eliminar quaisquer vestígios do crime.

Rosa Grilo gastou cinco mil euros em mobília de quarto após morte do marido

No lugar da cama de casal, terão sido colocadas duas camas de solteiro. Esta jogada, para as autoridades, pretendia eliminar quaisquer vestígios do crime.

Segundo as investigações da Polícia Judiciária, Luís Grilo terá morrido na cama, no quarto da casa onde vivia com Rosa Grilo, a 15 de julho de 2018. Ainda as buscas pelo triatleta decorriam, e já a viúva gastava cerca de cinco mil euros para renovar a mobília do local do crime.

Rosa Grilo mudou a mobília do quarto, e até a cama onde Luís Grilo terá sido assassinado. Essa cama, terá sido encontrada fora da habitação, e segundo a SIC, na casa de um vizinho.

No lugar da cama de casal, terão sido colocadas duas camas de solteiro. Esta jogada, para as autoridades, pretendia eliminar quaisquer vestígios do crime.

Para além desta quantia em mobiliário, a viúva terá ainda gasto cerca de 10 mil euros em viagens com António Joaquim, o então amante que está também preso.

LEIA MAIS: Filho de Rosa Grilo não quer ficar com avós maternos

A arguida terá gasto avultadas quantias entre o dia em que a vítima morreu, dia 15 de julho, e o dia em que o corpo de Luís foi encontrado, 24 de agosto. Esse dinheiro, gasto em menos de 40 dias, foi utilizado essencialmente para pagar fins-de-semana com o amante, António Joaquim. As cópias dos extractos bancários destes movimentos já terão sido anexados como provas ao caso pela Polícia Judiciária.

A acusação do Ministério Público deverá sair nas próximas semanas.

Impala Instagram


RELACIONADOS