Rosa Grilo e cúmplice em prisão preventiva

Rosa Grilo e António Joaquim foram ouvidos em interrogatório até este sábado, no tribunal de Vila Franca de Xira, devido ao assassinato do triatleta.

Rosa Grilo e cúmplice em prisão preventiva

Rosa Grilo e António Joaquim foram ouvidos em interrogatório até este sábado, no tribunal de Vila Franca de Xira, devido ao assassinato do triatleta.

Rosa Grilo e o alegado amante – possível cúmplice do assassinato do triatleta Luís Grilo – foram ouvidos entre esta sexta-feira e sábado em tribunal. Terminada a audiência ao início desta tarde, os suspeitos vão ficar em prisão preventiva, avança o jornal Expresso. A comunicação oficial da justiça será anunciada nos próximos minutos sendo a medida de coação aplicada.

Rosa Grilo e o amante António Joaquim foram detidos na passada quarta-feira à noite pela Polícia Judiciária. O corpo de Luís Grilo já estava desaparecido desde 16 julho e foi encontrado um mês depois, já em consequente estado de decomposição a mais de 100 quilómetros de casa. Nessa mesma habitação há suspeitas de a arma pertencer ao amante de Rosa Grilo.

À entrada do tribunal na sexta-feira, ambos foram insultados e vaiados e viveram-se momentos de tensão à porta das instalações. As autoridades apontam as razões do homicídio de Luís Grilo por motivos financeiros (seguro de vida de 100 mil euros), bem como “sentimentais”. A viúva e o homem estão acusados pela prática dos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver e detenção de arma proibida.

O cadáver de Luís estava perto de Alcôrrego, num caminho de terra batida, junto à Estrada Municipal 1070, por um popular que fazia uma caminhada na zona e que alertou o posto de Avis da GNR para esta ocorrência.

Antes, o telemóvel da vítima tinha sido encontrado nos Casais da Marmeleira, a seis quilómetros de casa, já no concelho de Alenquer. Segundo a PJ, Luís Grilo foi morto com um tiro na cabeça, acrescentando que a arma de fogo já foi recuperada, bem como outros elementos de prova.

“A investigação apurou que os factos terão ocorrido no passado dia 15 de julho, tendo a vítima sido atingida por um disparo de arma de fogo na caixa craniana, o qual lhe terá provocado a morte”, indicou a PJ em comunicado divulgado na quinta-feira.

LEIA MAIS:

Mulher de triatleta e amante aproveitavam amizade entre filhos para estarem juntos

Irmã de Luís Grilo apanhou o amante em casa de Rosa depois da morte do triatleta

Mulher de triatleta assassinado já não usava aliança. Eis a explicação

Recorde a versão que a mulher do triatleta contou sobre a morte do marido

Fotos: D.R.

Impala Instagram


RELACIONADOS