Rosa Cruz copiava frases da Internet para escrever carta à filha que drogou e trancou no carrro

Rosa Cruz afirmou que apenas com a ajuda do psiquiatra conseguiu aprender a gostar de Serena.

Rosa Cruz copiava frases da Internet para escrever carta à filha que drogou e trancou no carrro

Rosa Cruz copiava frases da Internet para escrever carta à filha que drogou e trancou no carrro

Rosa Cruz afirmou que apenas com a ajuda do psiquiatra conseguiu aprender a gostar de Serena.

Os contornos do caso da portuguesa que deixou a filha durante 23 meses na mala do seu carro em França são cada vez mais mórbidos.

Em declarações no Tribunal de Tulle, onde está a ser julgado o caso, Rosa Cruz considerou ‘inexplicável’ a forma como tratou a sua filha e, durante o inquérito de três horas, muitas foram as passagens que chocaram – de novo – os presentes na sala de audiências.

LEIA MAIS: Marido da portuguesa que drogou e escondeu bebé na mala no carro diz que ela é «boa mãe»

A portuguesa mostrou-se sempre bastante confusa e, em determinados momentos, apresentou múltiplas razões contraditórias sobre os motivos que a levaram a ter durante quase dois anos a filha, Serena, dentro de um porta-bagagens.

«Nunca me ocupei com a Serena, nunca dei mimo, não peguei ao colo. Só o biberão, de vez em quando», referiu a emigrante de 50 anos, admitindo ainda: «Nunca cuidei dela como cuidei dos meus outros três filhos».

 

Especialistas não sabem o que fazer com Rosa Cruz

Este caso e a complexidade inerente ao mesmo tem deixado a comunidade perplexa, tendo inclusivamente merecido destaque junto dos médicos psiquiatras que acompanham o processo. Os especialistas afirmam que não conseguem enquadrar a situação clínica de Rosa Cruz em nenhum tipo de condição psiquiátrica.

LEIA MAIS: Menino com doença rara sem transporte de casa para hospital em Lisboa

Ainda em tribunal, a portuguesa admitiu: «Aprendi com o psiquiatra a gostar de Serena». Recorde-se que a pequena Serena tem sequelas evidentes destes maus-tratos, deixando-a com 80% de incapacidade permanente.

 

Copiava frases de blogues para escrever cartas à filha

A diretora da Segurança Social Francesa, Sophie Quiro, abordou o caso e, em declarações ao Correio da Manhã,  afirmando que: «Só recebemos uma certa de Rosa Cruz, em 2014, a perguntar pela filha».

Outra revelação bizarra que surgiu destas declarações é que a carta que Rosa escreveu foi redigida com recurso a frases de blogues que ajudam os pais a escrever para os filhos.

Texto: Vítor Miguel Gonçalves | WIN

Impala Instagram


RELACIONADOS