Mulher desaparecida em Ribeira de Pena: Filho confessa ter matado a mãe

Mulher desaparecida em Ribeira de Pena: Filho confessa ter matado a mãe

A mulher estava desaparecida desde de dia 4 de outubro, em Ribeira de Pena. Após confissão do filho, PJ procura corpo

Um homem foi detido esta terça-feira, dia 9 de outubro, após ter confessado ter matado a mãe, em Ribeira de Pena, em Vila Real. A mulher de 67 anos tinha sido dada como desaparecida na passada quarta-feira, dia 4 de outubro.

LEIA MAIS: Tia do filho de Rosa Grilo e triatleta vai pedir tutela do sobrinho

Na altura em que o desaparecimento foi reportado à GNR, a autoridade passou o caso para as mãos da Polícia Judiciária, tendo em conta, que havia um historial de violência doméstica na família da mulher. Autoridades suspeitaram, desde logo, a ocorrência de um crime.

O filho da desaparecida confessou o assassinato e foi detido pelas suspeitas de homicídio e profanação de cadáver, revelou em comunicado a Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real.

«Na sequência de uma discussão por motivo fútil, o suspeito terá agredido a vítima, sua mãe, provocando-lhe a morte», explicou ainda a Judiciária.

De acordo com a PJ, os crimes terão ocorrido no dia em que a mulher foi dada como desaparecida, por volta das 18h30, na berma da Estrada Nacional 312, em Ribeira de Pena.

Contudo, o corpo da vítima ainda não foi encontrado. As buscas continuam nas zonas de Bragadas e de Santo Aleixo de Além-Tâmega.

O autor confesso irá estar presente no primeiro interrogatório em tribunal, para a aplicação de eventuais medidas de coação.

VEJA AINDA: Criança dada como desaparecida no Estoril estava em casa de familiar


RELACIONADOS

Mulher desaparecida em Ribeira de Pena: Filho confessa ter matado a mãe

A mulher estava desaparecida desde de dia 4 de outubro, em Ribeira de Pena. Após confissão do filho, PJ procura corpo