Reitor da Universidade de Coimbra defende reforma global da oferta pedagógica

O reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão, defendeu hoje a necessidade de a instituição avançar com uma reforma da sua oferta pedagógica “a todos os níveis”.

Reitor da Universidade de Coimbra defende reforma global da oferta pedagógica

Reitor da Universidade de Coimbra defende reforma global da oferta pedagógica

O reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão, defendeu hoje a necessidade de a instituição avançar com uma reforma da sua oferta pedagógica “a todos os níveis”.

“Urge fazer uma reforma da oferta pedagógica a todos os níveis, assim como é absolutamente imprescindível o lançamento de iniciativas inovadoras para a captação de estudantes nacionais e internacionais”, afirmou Amílcar Falcão.

O reitor intervinha na Sala dos Capelos da UC, na cerimónia de abertura solene das aulas, em que usaram também da palavra o presidente da Associação Académica de Coimbra (AAC), João Caseiro, e o professor catedrático da Faculdade de Medicina Duarte Nuno Vieira, que proferiu a tradicional “oração de sapiência”.

Na sua opinião, “continuar a trabalhar para o aumento da atratividade da Universidade de Coimbra é uma inevitabilidade”.

Neste contexto, perante o claustro doutoral e inúmeros convidados, entre representantes de entidades públicas e privadas, Amílcar Falcão reiterou que “a transição energética, levando à completa autonomia da UC nesta matéria, é uma necessidade sob todos os pontos de vista”.

Porque “urge fazer uma reforma da oferta pedagógica” e lançar “iniciativas inovadoras para a captação de estudantes”, importa “criar também estruturas físicas que sejam apelativas”, preconizou.

“A transição climática e digital tem de estar presente de forma natural na cabeça das nossas investigadoras e dos nossos investigadores. É aí que está o futuro e é aí que a UC pretende estar”, disse.

O reitor sublinhou, por outro lado, que o compromisso da Universidade, fundada há 732 anos pelo rei D. Dinis, com a cidade e a região, “tem de ser uma prioridade”.

“É assim que devemos olhar para o aprofundamento das nossas relações com outras instituições do ensino superior da cidade e da região, para a instalação do Campus da UC na Figueira da Foz e também para a criação de uma Região Metropolitana de Coimbra”, acrescentou.

Amílcar Falcão terminou o seu discurso com “uma mensagem de esperança”.

“A nossa geração venceu uma pandemia e renasceu mais forte. A nossa geração vencerá a guerra e renascerá mais forte. Por isso, temos coletivamente razões objetivas para nos orgulharmos do passado, para nele nos inspirarmos e (…) cuidarmos do presente, projetando sempre o futuro”, concluiu.

CSS // SSS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS