Regina Pessoa venceu Grande Prémio do festival brasileiro Anima Mundi

A curta-metragem “Tio Tomás — A Contabilidade dos Dias”, de Regina Pessoa, venceu o Grande Prémio do Festival Internacional de Animação do Brasil – Anima Mundi, foi hoje anunciado.

Regina Pessoa venceu Grande Prémio do festival brasileiro Anima Mundi

Regina Pessoa venceu Grande Prémio do festival brasileiro Anima Mundi

A curta-metragem “Tio Tomás — A Contabilidade dos Dias”, de Regina Pessoa, venceu o Grande Prémio do Festival Internacional de Animação do Brasil – Anima Mundi, foi hoje anunciado.

Além do Grande Prémio, que consiste num troféu e numa quantia de 15 mil reais (cerca de 3.600 euros), o filme foi ainda distinguido com o prémio Best Sound Design (algo como Melhor Design de Som, em português), de acordo com informação disponível na página oficial do festival, na rede social Facebook.

O filme distinguido com o Grande Prémio do festival, “desde 2012 qualificado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Americana, poderá ser elegível a concorrer ao Oscar de Melhor Curta-Metragem de Animação no ano seguinte”, lê-se no ‘site’ do Anima Mundi.

“Tio Tomás – A Contabilidade dos Dias” recebeu em julho o Prémio do Júri do Festival de Cinema de Animação de Annecy, em França, onde foi também distinguido com o Prémio para Melhor Música Original, da autoria do compositor canadiano Normand Roger.

Com produção francesa, portuguesa e canadiana, a curta-metragem é uma homenagem ao tio da realizadora, que “foi uma inspiração artística e desempenhou um papel fundamental no seu desenvolvimento enquanto cineasta”.

Regina Pessoa, que começou a trabalhar como animadora nos filmes do cineasta português Abi Feijó, pertence, desde o ano passado, à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, por convite da organização.

A cineasta portuguesa é ainda autora das curtas-metragens “Ciclo Vicioso”, de 1996, “Estrelas de Natal”, de 1998, “A Noite”, de 1999, e “Odisseia nas Imagens”, de 2001.

Nascida em Coimbra, conquistou também prémios em França, Espanha, Alemanha, Itália, República Checa, Coreia do Sul, Austrália, Brasil, Japão, China, Estónia, Canadá e Estados Unidos.

A secção competitiva de curtas do festival Anima Mundi incluía um outro filme português: “Não alimentem estes animais”, de Guilherme Afonso e Miguel Madaíl de Freitas.

O 27.º Festival Internacional de Animação do Brasil — Anima Mundi decorreu entre quarta-feira e domingo, no Rio de Janeiro.

JRS (RZDC/SS) // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS