Realizador russo hoje em tribunal para responder sobre acusações de desvio de dinheiro

O realizador russo Kirill Serebrennikov, acusado de ter desviado perto de um milhão de euros de dinheiros públicos, chegou hoje a Moscovo para a primeira audiência pública do seu julgamento.

O homem do cinema e do teatro, cujos trabalhos têm sido criticados pelos círculos conservadores e religiosos russos, chegou ao tribunal e à porta encontrou dezenas de pessoas a apoiá-lo.

Kirill Serebrennikov sentou-se no chão da sala de audiências e só se levantou à chegada do juiz.

A cumprir prisão domiciliária há mais um ano, em Moscovo, foi nomeado comandante da Ordem das Artes e das Letras num decreto assinado pela ministra da Cultura de França, Françoise Nyssen.

Kirill Serebrennikov já classificou a sua acusação de “absurda”.

A prisão do cineasta e encenador causou uma onda de contestação no meio artístico russo e internacional, que acusam a Rússia de ter detido o cineasta por motivos políticos.

Entre as entidades que têm contestado a prisão do realizador conta-se a organização do Festival de Avignon e do Festival de Cinema de Cannes que, além de ter reivindicado a libertação imediata de Kirill Serebrennikov, programou uma das suas peças para a edição de 2019 do certame.

MIM (CP/SS) // SB

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Realizador russo hoje em tribunal para responder sobre acusações de desvio de dinheiro

O realizador russo Kirill Serebrennikov, acusado de ter desviado perto de um milhão de euros de dinheiros públicos, chegou hoje a Moscovo para a primeira audiência pública do seu julgamento.