PSP faz participação de insultos de negacionistas a Ferro Rodrigues

A PSP vai enviar para o Ministério Público tudo o que registou sobre os insultos de dezenas de negacionistas a Eduardo Ferro Rodrigues.

PSP faz participação de insultos de negacionistas a Ferro Rodrigues

PSP faz participação de insultos de negacionistas a Ferro Rodrigues

A PSP vai enviar para o Ministério Público tudo o que registou sobre os insultos de dezenas de negacionistas a Eduardo Ferro Rodrigues.

A PSP vai enviar para o Ministério Público tudo o que registou sobre os insultos de dezenas de negacionistas a Eduardo Ferro Rodrigues, Presidente da Assembleia da República, para eventual abertura de um inquérito-crime. De acordo com a agência Lusa, a Direção Nacional desta polícia esclarece que irá “participar os factos”, acrescentando que “por ora, não [fará] outros comentários”.

Ferro Rodrigues apelidado de ordinário e assassino

O mote da manifestação era “Pelas nossas crianças – Rumo à Liberdade”. Gritaram-lhe “assassino” e “ordinário“, entre outros insultos, e ali se mantiveram enquanto o casal almoçava. “Não toca na Constituição”; “ditadura, não; liberdade, sim”; “revisão, não. liberdade, sim”, gritavam. A figura de estado estava acompanhada de seguranças, que os escoltaram até ao carro, entre gritos de “respeito”. Uma das manifestantes ameaçou o restaurante onde Ferro Rodrigues e a mulher se encontravam, prometendo que “nunca mais nenhum cliente deste restaurante vai ter paz”. Ferro Rodrigues, de 71 anos, nunca respondeu.

LEIA AINDA
Juiz negacionista desafia polícia à porta do Conselho da Magistratura [vídeo]
PSP apresenta queixa contra juiz negacionista após ameaças a polícias
“O meu lugar é acima de si. O senhor está abaixo de mim”, disse Rui Fonseca e Castro, o juiz negacionista, aos agentes da PSP que ali estavam presentes. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS