Protocolo apoia estudantes de Moçambique a estudar no Politécnico de Leiria

A Câmara das Caldas da Rainha, o Politécnico de Leiria (IPL) e o Instituto de Bolsas de Moçambique assinam, no sábado, um protocolo que visa atribuir apoios aos alunos moçambicanos que ingressem em cursos Técnicos Superiores Profissionais do IPL.

Protocolo apoia estudantes de Moçambique a estudar no Politécnico de Leiria

Protocolo apoia estudantes de Moçambique a estudar no Politécnico de Leiria

A Câmara das Caldas da Rainha, o Politécnico de Leiria (IPL) e o Instituto de Bolsas de Moçambique assinam, no sábado, um protocolo que visa atribuir apoios aos alunos moçambicanos que ingressem em cursos Técnicos Superiores Profissionais do IPL.

O protocolo prevê a atribuição de “apoio ao nível do alojamento para os estudantes e a redução de propina e emolumentos”, informou hoje o Instituto Politécnico de Leiria (IPL), entidade que formaliza, no sábado, o acordo com a Câmara das Caldas da Rainha e o Instituto de Bolsas de Estudo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Moçambique.

O Instituto “atribui bolsas de estudo aos estudantes, de modo a cobrir as despesas de deslocação a Portugal e as despesas com propinas, alimentação e vivência em contexto académico, durante o período da duração normal dos cursos frequentados, podendo eventualmente ser prolongados por um ano letivo adicional”, de acordo com a informação disponibilizada pelo IPL à agência Lusa.

Os apoios são destinados aos alunos que ingressem, através do concurso especial de acesso e ingresso para estudantes internacionais, nos cursos Técnicos Superiores Profissionais ministrados pelo IPL, que nas Caldas da Rainha detém a Escola Superior de Arte e Design (ESAD.CR).

O protocolo estabelece que compete ao Instituto de Bolsas de Estudo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Moçambique selecionar os estudantes a contemplar com as bolsas e ao Politécnico de Leiria verificar a satisfação das condições de ingresso e seriar os estudantes candidatos.

O acordo é celebrado pelo período de dois anos letivos e aplica-se aos estudantes cujo ingresso no Politécnico de Leiria ocorra já no ano letivo de 2021/2022.

DA // MCL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS