Professor de Filosofia incentiva alunos a não usarem máscara

Carlos Gomes, professor de Filosofia da Escola Secundária Pedro Nunes, está sob alçada disciplinar por ter incitado os alunos a não seguirem as regras de combate à covid-19.

Professor de Filosofia incentiva alunos a não usarem máscara

Professor de Filosofia incentiva alunos a não usarem máscara

Carlos Gomes, professor de Filosofia da Escola Secundária Pedro Nunes, está sob alçada disciplinar por ter incitado os alunos a não seguirem as regras de combate à covid-19.

Carlos Gomes, professor de Filosofia da Escola Secundária Pedro Nunes, em Lisboa, está sob alçada disciplinar por ter incitado os alunos, na sala de aula, a não respeitarem as regras de prevenção da pandemia, como o uso de máscara. Tal como dá conta o Correio da Manhã, o caso aconteceu no início do ano letivo passado (2020/2021): o docente distribuiu folhas aos alunos em que criticava o uso e colocava em causa a eficácia das máscaras. Alguns dos menores fizeram queixa na direção da escola e o professor ficou sob alçada disciplinar. A PSP foi chamada ao estabelecimento já que está em causa o crime de desobediência.

LEIA DEPOIS
Padre professor mostra mulher nua durante teste e pede demissão

Ao mesmo jornal, a diretora da escola, Rosária Andorinha, diz que “nada há a esclarecer” sobre o caso já que se trata “de um assunto confidencial”. O Ministério da Educação explica que a diretora “instaurou um processo disciplinar” e que o mesmo “está a ser instruído por um docente, com apoio jurídico da Inspeção-Geral da Educação e Ciência”.

Menores chamados a depor

Nos próximos dias, os alunos queixosos deverão começar a ser convocados pelo advogado do professor, situação que está a deixar as famílias indignadas. “É inadmissível convocarem alunos menores para depor, não se percebe como é que o advogado teve acesso aos nomes e moradas de quem fez a denúncia”. O Ministério da Educação explica que “os arguidos estão representados por mandatários e, na fase de defesa, têm acesso aos autos e podem requerer realização de diligências”.

LEIA AINDA
Professor que fazia vídeos nu foi suspenso [imagens explícitas]

Impala Instagram


RELACIONADOS