Prisioneiros incendeiam Ala B do Estabelecimento Prisional de Lisboa. Motim já foi controlado

Prisioneiros incendeiam Ala B do Estabelecimento Prisional de Lisboa. Motim já foi controlado

No local encontram-se detidos cerca de 190 reclusos, que atearam fogo a caixotes do lixo e atiraram vários materiais dos andares superiores do estabelecimento.

Vários detidos deitaram fogo à Ala B do Estabelecimento Prisional de Lisboa, avança o Correio da Manhã.

No local encontram-se detidos cerca de 190 reclusos, que atearam fogo a caixotes do lixo e atiraram vários materiais dos andares superiores do estabelecimento.

O grupo de Intervenção e Serviços Prisionais já estará no local.

Decorre uma greve dos guardas, há cerca de um mês, estando os bares da prisão totalmente encerrados ao longo deste tempo.

Os guardas terão marcado uma reunião para a próxima manhã, impedindo assim que os reclusos recebam visitas.

Guardas prisionais de folga foram chamados de emergência para tentar travar o motim que começou esta noite na ala B, que já registou conflitos idênticos no passado.

LEIA MAIS: Greve de quatro dias dos guardas prisionais com adesão a rondar os 80%

“Não foi necessária a actuação do Grupo de Intervenção de Segurança Prisional”, assegura Celso Manata,  director dos serviços prisionais.

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Prisioneiros incendeiam Ala B do Estabelecimento Prisional de Lisboa. Motim já foi controlado

No local encontram-se detidos cerca de 190 reclusos, que atearam fogo a caixotes do lixo e atiraram vários materiais dos andares superiores do estabelecimento.