Principal hospital do centro de Moçambique introduz cirurgia ambulatória este ano

Principal hospital do centro de Moçambique introduz cirurgia ambulatória este ano

O Hospital Central da Beira, o principal do centro de Moçambique, vai introduzir este ano a cirurgia ambulatória, com a ajuda da Associação de Cirurgia Ambulatória de Portugal.

O presidente da associação portuguesa, Carlos Magalhães, citado hoje pelo diário Notícias de Moçambique, afirmou que especialistas portugueses vão formar cirurgiões, enfermeiros e estudantes pós-graduados para assegurarem a realização de cirurgias ambulatórias no HCB.

“Vamos formar aqui, na cidade da Beira, cirurgiões, enfermeiros e estudantes pós-graduados, para uma cirurgia ambulatória mais segura”, declarou Carlos Magalhães.

Magalhães assinalou que a cirurgia ambulatória diminui as listas de espera para intervenções cirúrgicas dos doentes e reduz riscos económicos.

O presidente da Associação de Cirurgia Ambulatória de Portugal explicou que este tipo de intervenção médica tem assegurado que 50% de doentes sejam operados e tenham alta no mesmo dia.

Leonildo Soares, médico-cirurgião do HCB, afirmou que estão a ser criadas as condições para que aquele estabelecimento hospital tenha infraestruturas, equipamentos e recursos humanos adequados à realização de cirurgias em regime ambulatório.

Quase 200 profissionais de saúde moçambicanos começaram na semana passada a receber formação em cirurgia ambulatória, nos principais hospitais de Maputo, Beira e Nampula, com especialistas portugueses, de acordo com a Associação Portuguesa de Cirurgia Ambulatória.

PMA // SB

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Principal hospital do centro de Moçambique introduz cirurgia ambulatória este ano

O Hospital Central da Beira, o principal do centro de Moçambique, vai introduzir este ano a cirurgia ambulatória, com a ajuda da Associação de Cirurgia Ambulatória de Portugal.