Português Old Jerusalem nomeado para melhor álbum independente europeu do ano

O disco “Chapels”, do português Old Jerusalem, está nomeado para o prémio de melhor álbum europeu do ano, atribuído pela Associação de Empresas de Música Independente (IMPALA, na sigla em inglês), foi hoje anunciado.

Português Old Jerusalem nomeado para melhor álbum independente europeu do ano

Português Old Jerusalem nomeado para melhor álbum independente europeu do ano

O disco “Chapels”, do português Old Jerusalem, está nomeado para o prémio de melhor álbum europeu do ano, atribuído pela Associação de Empresas de Música Independente (IMPALA, na sigla em inglês), foi hoje anunciado.

A lista dos 18 álbuns nomeados para a 9.ª edição do prémio, hoje divulgada no ‘site’ oficial da IMPALA, inclui “uma ampla gama de géneros e artistas, de uma banda estoniana de ‘dream-pop’ psicadélico ao surf rock croata, e de um projeto colaborativo português a um artista italiano que conseguiu atingir, ao mesmo tempo, o número 1 nos ‘tops’ europeus e norte-americanos”.

A lista de nomeados inclui, entre outros, “Oil Of Every Pearl’s Un-insides”, de Sophie, “Si”, de Andrea Bocelli, “Look Ahead and See The Distance”, dos Racoon, “Look ate the moon”, dos Stray Dogg, e “Echo Chamber”, dos The Strange.

Esta não é a primeira vez que um disco português está nomeado ao prémio de melhor álbum europeu do ano da IMPALA. No ano passado, esteve nomeado “Antwerpen”, de Surma, e no ano anterior “Drifter”, dos First Breath After Coma.

“Chapels”, o sétimo álbum de Old Jerusalem, foi editado em outubro do ano passado.

O disco foi apresentado, na altura em que foi editado, como uma “coleção de canções imediatas e sem adornos” e o que se ouve é “praticamente a primeira fixação gravada em cada um dos dez temas”.

Old Jerusalem é Francisco Silva, músico do Porto que há mais de uma década edita com regularidade discos de indie folk, entre os quais “Twice the humbling sun” (2005) e “The temple bell” (2007).

A estreia deu-se em 2003 quando Francisco Silva lançou “April”.

No ano passado, a IMPALA distinguiu “In my head”, da dupla alemã GURR, com o prémio de álbum europeu do ano.

O vencedor deste ano será anunciado no final do mês.

JRS (SS) // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS