Português na Venezuela pede ajuda monetária para salvar a vida da filha

Manuel Osvaldo Pestana Pereira, um português emigrante na Venezuela, precisa de ajuda financeira e de medicamentos, inexistentes naquele país, para salvar a vida da filha, Carina da Silva.

Manuel Osvaldo Pestana Pereira tem 60 anos, é natural da Madeira e vive desde os 9 anos na Venezuela. Este português é um dos cerca de 300 mil portugueses ou lusodescendentes residentes nesta antiga colónia espanhola e que precisa urgentemente de ajuda para salvar a filha.

Carina Pestana da Silva, de 33 anos, está hospitalizada nos Cuidados Intensivos do Instituto Médico La Floresta, em Caracas, desde 22 de dezembro depois de ter sofrido «um derrame de sangue demasiado forte», como conta Osvaldo, em exclusivo à Impala.

Há cerca de 12 anos Carina descobriu que tinha um problema de saúde que a fazia perder sangue pelo Cólon. No entanto, o estado de saúde da jovem «estava controlado», uma vez que a família conseguia trazer medicamentos de Portugal, inexistentes na Venezuela. Tudo muda quando, a 25 de dezembro de 2018, Carina é operada de urgência para que lhe seja retirado o Cólon. Depois da operação, que se acreditava amenizar o problema de saúde, outras complicações começaram a surgir. Neste momento, a jovem vê afetados o seu o fígado, os pulmões e os rins.

«Mais de 25 mil euros» gastos em menos de dois meses

Em menos de dois meses, Manuel Osvaldo já gostou «mais de 25 mil euros» para ajudar a filha, afirmando ter ainda uma dívida financeira para com os médicos que estão a tratar Carina. O português, natural de Câmara de Lobos, vê-se sem recursos financeiros e, consequentemente, sem forma de obter os medicamentos de que a filha precisa e pede agora ajuda.

«Até agora tenho recebido ajudas, já mandaram antibióticos de Espanha. E estou a pedir emprestado donativos em Portugal», afirma.

Manuel Osvaldo e a esposa, Maria Alicia Portela, estão a atravessar um momento delicado, fazendo os possíveis e impossíveis para salvar a filha, que se encontra com um quadro de saúde bastante reservado. «Estamos a aguentar. Não temos outra hipótese. Não tem sido fácil», confessa o português.

Há cerca de 24 anos, o casal de portugueses perdeu um filho. O menino nasceu a 14 de outubro de 1998 e faleceu no dia seguinte, dia de aniversário tanto de Manuel Osvaldo como de Maria, ambos com 60 anos.  Manuel Osvaldo e Maria são ainda pais de Jonathan da Silva, de 15 anos, e avós de Victoria Pestana, de ano e meio, filha de Carina.

Consulado Português na Venezuela já reagiu

Segundo Osvaldo, o Consulado de Portugal na Venezuela já terá entrado em contacto com a família de Carina. «Vão tratar de esta semana me fazer chegar alguns medicamentos. Antibióticos e curativos para a ferida da minha filha. Dizem que me vão ajudar, só estão à espera da resposta de Portugal», refere. O português afirma ainda que os médicos venezuelanos terão entregue ao cônsul de Portugal uma lista de medicamentos de que a jovem precisa.
Para ajudar:
Manuel Osvaldo Pestana Pereira

Banco BPI:
NIB: 0010 0000 41779396401 63
IBAN: PT50 0010 0000 4177 9396 4016 3

Texto: Marisa Simões; Fotos cedidas por Manuel Osvaldo Pestana

LEIA MAIS: Pedro drogou a filha com ben-u-ron e não a alimentou durante 12 horas

LEIA MAIS: Após ter cumprido pena pela morte da filha, Leonor Cipriano vai viver com namorada

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Português na Venezuela pede ajuda monetária para salvar a vida da filha

Manuel Osvaldo Pestana Pereira, um português emigrante na Venezuela, precisa de ajuda financeira e de medicamentos, inexistentes naquele país, para salvar a vida da filha, Carina da Silva.