Português morto no Sri Lanka. As fotos do casamento uma semana antes da tragédia

O processo de trasladação do corpo do marido, que morreu numa explosão no hotel Kingsbury onde o casal estava alojado, em Colombo, «está a ser acompanhado pelo Estado português, em diálogo com a família».

Português morto no Sri Lanka. As fotos do casamento uma semana antes da tragédia

O processo de trasladação do corpo do marido, que morreu numa explosão no hotel Kingsbury onde o casal estava alojado, em Colombo, «está a ser acompanhado pelo Estado português, em diálogo com a família».

Rui Lucas e Sílvia Ramos eram a imagem de felicidade no dia 13 de abril, o dia em que se casaram. Partiram para lua-de-mel poucos dias depois, mas só ela regressou viva do Sri Lanka.

Rui Lucas foi a única vítima mortal de nacionalidade portuguesa das várias explosões em hotéis e igrejas em Colombo, capital do Sri Lanka, 21 de abril. O homem de 30 anos, natural de Viseu, estava em lua-de-mel naquele país há uma semana. Na manhã de domingo de Páscoa, ao pequeno-almoço, ele levantou-se para ir buscar mais comida e ela ficou sentada à mesa. Na fila, dissimulado como mais um hóspede, estava o bombista. Quando o pós da explosão baixou, Sílvia viu o marido morto a poucos metros.

Sílvia Ramos, a cidadã portuguesa que perdeu o marido na sequência dos atentados ocorridos no domingo no Sri Lanka, já regressou a Portugal, como avançámos.

Rui e Sílvia casaram-se no dia 13 de abril, na Quinta do Soito, em Viseu. O casal partiu de lua-de-mel poucos dias depois para o Sri Lanka e seguiam depois para as Maldivas. Férias interrompidas pelo ataque terrorista que matou Rui. Só Sílvia regressou viva a Portugal.

Veja na galeria as imagens do casal no dia da cerimónia divulgadas pela empresa de animação do casamento

LEIA MAIS

Ataques no Sri Lanka: Daesh reivindica explosões

Novo sismo atinge Filipinas, um dia após terramoto causar pelo menos 11 mortos

Fotos: Redes Sociais Altosom Produções

Impala Instagram


RELACIONADOS