Portugal com segunda maior taxa da UE de formados em engenharia em 2016

Portugal tinha, em 2016, a segunda maior taxa de estudantes formados na área de engenharia (21%) na União Europeia, segundo dados sobre ensino superior hoje divulgados pelo Eurostat.

Portugal com segunda maior taxa da UE de formados em engenharia em 2016

Portugal com segunda maior taxa da UE de formados em engenharia em 2016

Portugal tinha, em 2016, a segunda maior taxa de estudantes formados na área de engenharia (21%) na União Europeia, segundo dados sobre ensino superior hoje divulgados pelo Eurostat.

Segundo dados do gabinete estatístico europeu relativos a 2016, Portugal apresentou a segunda maior taxa de formados em engenharia (21%), depois da Alemanha (22%) e seguido pela Áustria (20%), sendo a média da UE de 15%.

Na UE, mais de um terço (34%) dos alunos do ensino superior licenciou-se, em 2016, na área de ciências sociais, jornalismo, economia e gestão ou direito.

As engenharias representaram 15% dos licenciados, a saúde 14%, seguindo-se as áreas de artes e humanidades e a de ciências naturais, matemática, estatísticas (11%) e a educação (9%).

Em Portugal, a área de engenharia foi a que teve maior número de licenciados (15.545), seguindo-se economia e gestão (13.944), saúde (13.305), ciências sociais e jornalismo (8.247), em 2016.

Na UE terminaram a licenciatura, mestrado ou doutoramento mais de 4,4 milhões de pessoas, das quais 73.086 em Portugal.

IG // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS