Coletes Amarelos em Portugal | Polícia cancela folgas e emite comunicado

A PSP lançou um comunicado onde refere estar a preparar um «dispositivo adequado» para as manifestações dos coletes amarelos que estão agendadas para sexta-feira.

Coletes Amarelos em Portugal | Polícia cancela folgas e emite comunicado

Coletes Amarelos em Portugal | Polícia cancela folgas e emite comunicado

A PSP lançou um comunicado onde refere estar a preparar um «dispositivo adequado» para as manifestações dos coletes amarelos que estão agendadas para sexta-feira.

Depois de ter cancelado as folgas dos agentes, a Polícia de Segurança Pública lançou agora um comunicado onde anuncia que irá ter um «dispositivo adequado» de segurança, face às manifestações que estão a ser marcadas, através das redes sociais, para a próxima sexta-feira, dia 21 de dezembro.

Numa tentativa de replicar as manifestações francesas, os organizadores querem ter em várias cidades portuguesas protestos contra o actual estado do país. Em resposta, a PSP relembra que as manifestações têm que ser comunicadas «com a antecedência mínima de dois dias úteis, ao presidente da câmara municipal do município onde as ações venham a ter lugar».

LEIA MAIS: Procurar A crónica de uma manhã a ‘ferro e fogo’ em Paris

PSP marca reunião com coletes amarelos

A Polícia já teve reuniões com os organizadores de manifestações no Porto e em Braga, estando agendado para amanhã, 18 de dezembro, uma reunião com os promotores dos protestos em Lisboa. No comunicado, a PSP apela para que os manifestantes realizem os protestos «de forma pacífica e em respeito pela Lei».

Comunicado da Polícia na íntegra:

«Tendo em conta a informação que tem sido tornada pública sobre a realização de manifestações, desfiles ou outras ações de protesto na via pública, a decorrerem no próximo dia 21 de dezembro de 2018, divulgadas sob o tema “Vamos parar Portugal como forma de protesto”, a PSP informa e solicita a todos os órgãos de comunicação social que possam divulgar o seguinte:

No cumprimento da sua obrigação constitucional e legal, a Polícia de Segurança Pública, adotará um dispositivo de segurança adequado a cada uma das ações que venham a decorrer na sua área de responsabilidade territorial, por forma a que o direito de manifestação seja exercido de forma livre e segura;

Lembra-se que, nos termos da lei, as entidades ou cidadãos que pretendam realizar reuniões, comícios, manifestações ou desfiles em lugares públicos ou abertos ao público devem comunicar essa intenção, por escrito e com a antecedência mínima de dois dias úteis, ao presidente da câmara municipal do município onde as ações venham a ter lugar;

A PSP apela aos cidadãos promotores das ações que efetuem atempadamente as comunicações referidas, para que, como é procedimento normal, se possa realizar reunião prévia com as autoridades policiais locais, de forma a que o direito de manifestação seja exercido de forma livre e segura;

Independentemente da comunicação prévia à entidade administrativa competente, os contactos dos Comandos Distritais da PSP podem ser obtidos através do sítio oficial da Polícia de Segurança Pública, em www.psp.pt, escolhendo o Distrito, no item “Onde Estamos”;

A PSP apela a todos os cidadãos que decidam exercer o seu direito de manifestação, que o façam de forma pacífica e em respeito pela Lei».

Impala Instagram


RELACIONADOS