PM abre jardins de São Bento para assinalar 200 anos da independência do Brasil

O primeiro-ministro, António Costa, vai abrir os jardins da residência oficial no sábado, com um programa cultural que assinala o bicentenário da independência do Brasil, com curadoria da Casa do Brasil, divulgou hoje o seu gabinete.

PM abre jardins de São Bento para assinalar 200 anos da independência do Brasil

PM abre jardins de São Bento para assinalar 200 anos da independência do Brasil

O primeiro-ministro, António Costa, vai abrir os jardins da residência oficial no sábado, com um programa cultural que assinala o bicentenário da independência do Brasil, com curadoria da Casa do Brasil, divulgou hoje o seu gabinete.

“Reafirmando o seu empenho no estreitamento dos laços que unem brasileiros e portugueses, o primeiro-ministro associa-se às comemorações do bicentenário da independência do Brasil”, assinalou o gabinete de António Costa, que na quarta-feira, data dos 200 anos da independência do Brasil, estará na cerimónia de atribuição ao aeroporto de Faro da denominação oficial Aeroporto Gago Coutinho.

No sábado, o chefe de Governo estará na abertura ao público dos jardins da sua residência oficial para onde a Casa do Brasil de Lisboa, “a mais antiga e representativa associação da comunidade brasileira residente em Portugal, foi convidada a propor uma programação cultural”, com o “intuito de representar a riqueza e vitalidade da cultura brasileira”.

No âmbito dessa programação, “estarão presentes nos jardins de São Bento diversos artistas e entidades culturais brasileiras que irão apresentar espetáculos de música e dança, do carnaval de rua ao forró, do ‘funk’ à roda de samba”, incluindo ainda uma oficina de artes visuais para crianças, com Jaqueline Arashida.

Estão previstos momentos pela Colombina Clandestina, que se reclama um “coletivo sem fins lucrativos que acredita na construção coletiva do Carnaval de Lisboa”, um concerto de Leo Middea, uma aula e baile de Forró pelo Espaço Baião, Gira Coletivo de Mulheres no Samba, Baque Mulher, concerto de Puta da Silva e a exposição “É fixe o que as pessoas migrantes trazem na mala”

A residência oficial do primeiro-ministro estará aberta à população entre as 14:00 e as 19:00, num modelo de proximidade e curadoria cultural que António Costa adotou na chefia do Governo para assinalar as comemorações do 25 de Abril e o 5 de Outubro.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro participa na cerimónia de atribuição ao aeroporto de Faro da denominação oficial aeroporto Gago Coutinho, uma homenagem com a qual o Governo assinala o centenário da primeira travessia aérea do Atlântico Sul, em 1922, pelo Almirante Gago Coutinho, natural de São Brás de Alportel, distrito de Faro.

A decisão de assinalar a viagem, realizada entre Lisboa e o Rio de Janeiro, que ocorreu no âmbito do centenário da independência do Brasil e que “representa uma das maiores proezas militares e científicas da história da navegação aérea”, foi tomada em junho em Conselho de Ministros.

Na cerimónia estará presente, na placa do aeroporto, o novo avião militar C390 Millenium da EMBRAER, que em breve iniciará operações em Portugal para as Forças Armadas, destacou ainda a nota oficial do gabinete do primeiro-ministro.

O chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, e o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, vão representar Portugal nas comemorações do bicentenário da independência do Brasil durante esta semana.

Marcelo Rebelo de Sousa desloca-se ao Brasil a convite do homólogo, Jair Bolsonaro, por quem será recebido hoje no Palácio Itamaraty, pouco depois da chegada a Brasília.

Augusto Santos Silva, a segunda figura do Estado português, estará em Brasília a convite do presidente do Senado Federal brasileiro, Rodrigo Pacheco.

O programa do chefe de Estado português, que viaja hoje de Lisboa para a capital brasileira, começa com um curto encontro bilateral com Jair Bolsonaro, pelas 18:30 (22:30 em Lisboa), com duração prevista de 15 minutos.

ACL (IEL) // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS