PIB da França cai 0,1% no 1.º trimestre, em vez de crescer 0,4% como previsto

O Produto Interno Bruto francês caiu 0,1% no primeiro trimestre, anunciou hoje o instituto nacional de estatística francês, que assim corrigiu em baixa a primeira estimativa publicada em abril, quando tinha previsto um aumento de 0,4%.

PIB da França cai 0,1% no 1.º trimestre, em vez de crescer 0,4% como previsto

PIB da França cai 0,1% no 1.º trimestre, em vez de crescer 0,4% como previsto

O Produto Interno Bruto francês caiu 0,1% no primeiro trimestre, anunciou hoje o instituto nacional de estatística francês, que assim corrigiu em baixa a primeira estimativa publicada em abril, quando tinha previsto um aumento de 0,4%.

Com este declínio nos primeiros três meses do ano, que se seguiu a outra queda de 1,5% entre outubro e dezembro, a França entrou tecnicamente em recessão.

A correção deve-se à integração de dados de construção, que eram “menos dinâmicos que as extrapolações” na primeira estimativa anunciada em abril, disse o INSEE num comunicado.

Entre janeiro e março, o consumo privado aumentou 0,1%, num contexto em que se mantiveram muitas restrições para tentar travar a terceira vaga da pandemia, e o investimento aumentou 0,2%.

As importações cresceram 1,1% enquanto as exportações diminuíram 0,2%. O comércio externo como um todo subtraiu quatro décimas de ponto percentual ao PIB trimestral, enquanto no quarto trimestre de 2020 tinha contribuído com sete décimos de ponto percentual.

Por outro lado, as variações de existências acrescentaram duas décimas entre janeiro e março, depois de terem contribuído com seis décimas entre outubro e dezembro.

O nível de atividade em França no final de março estava 4,7% abaixo do registado no quarto trimestre de 2019, antes dos primeiros impactos da crise da pandemia.

O Governo francês espera que o PIB aumente 5% este ano, depois de se ter contraído 8% em 2020.

As previsões do Governo são menos otimistas do que as do Banco de França (5,5%), da OCDE (5,9%) e da Comissão Europeia (5,7%).

MC // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS