Pianista russo Boris Berman homenageia Ucrânia na Semana de Piano de Óbidos

A Semana Internacional de Piano (SIPO) vai decorrer em Óbidos, de 27 de julho a 10 de agosto, numa edição especial de homenagem à Ucrânia, protagonizada pelo pianista russo Boris Berman.

Pianista russo Boris Berman homenageia Ucrânia na Semana de Piano de Óbidos

Pianista russo Boris Berman homenageia Ucrânia na Semana de Piano de Óbidos

A Semana Internacional de Piano (SIPO) vai decorrer em Óbidos, de 27 de julho a 10 de agosto, numa edição especial de homenagem à Ucrânia, protagonizada pelo pianista russo Boris Berman.

O festival que anualmente traz a Óbidos pianistas de vários países do mundo retoma este ano o modelo pré-pandemia de covid-19, abrindo as portas ao público para 12 concertos que terão lugar nos concelhos de Óbidos e Caldas da Rainha (no distrito de Leiria) e que encerram com um espetáculo no Museu do Oriente, em Lisboa.

Na sua 27.ª edição, a SIPO homenageia a Ucrânia, destacando como ponto altos o a atuação do pianista russo Boris Berman, num concerto “de apoio ao povo ucraniano e a favor da paz”, agendado para o dia 2 de agosto. O concerto terá lugar no auditório da Casa da Música, em Óbidos, com um reportório inspirado na obra do compositor ucraniano Valentim Silvestrov, que se tem manifestado contra o totalitarismo e a violência no seu país.

O apoio à Ucrânia será também manifestado através da atribuição de uma bolsa de formação a um jovem pianista daquele país invadido pela Rússia, divulgou a organização numa nota à imprensa. Além de Boris Berman, a edição 2022 do evento vai contar com a participação dos pianistas James Giles (Estados Unidos da América), Josep Colom (Espanha), Piotr Switón (Polónia), Mirta Herrera (Argentina) e os portugueses António Rosado, Manuela Gouveia e Artur Pizarro.

A programação integra ainda um concerto do acordeonista e compositor português João Barradas, que sobe ao palco do Centro Cultural e de Congressos (CCC) das Caldas da Rainha para um espetáculo “entre a música clássica, o jazz e a música improvisada”, referem os organizadores. Integradas no programa terão também lugar, em Óbidos, uma exposição de fotogravuras de Margarida Lourenço, intitulada “Tempo Suspenso” e uma conferência do musicólogo Rui Vieira Nery.

Na vertente educativa destaque ainda para as ‘masterclasses’ em que jovens pianistas podem aperfeiçoar o seu desenvolvimento, orientados pelos professores Eugen Indijic, James Giles, Boris Berman e Manuela Gouveia, diretora artística da SIPO. Entre 28 de julho e 09 de agosto são esperados em Óbidos 28 jovens pianistas oriundo de 10 países: Portugal Espanha, Alemanha, Polónia, Austrália, EUA, China, Japão, México e Brasil.

A SIPO é organizada desde 1996 pela Associação de Cursos Internacionais de Música – Casa da Barbacam, com o apoio financeiro e institucional da Câmara Municipal de Óbidos e da Direção-Geral das Artes.

Impala Instagram


RELACIONADOS