Pescador português retido no Perú sem mantimentos e combustível

Está impedido de pisar terra por causa da pandemia de covid-19 e diz que as autoridades nada fazem.

Pescador português retido no Perú sem mantimentos e combustível

Pescador português retido no Perú sem mantimentos e combustível

Está impedido de pisar terra por causa da pandemia de covid-19 e diz que as autoridades nada fazem.

Manuel Silva, um pescador da Póvoa de Varzim está juntamente com outros 17 de outras nacionalidades num barco ancorado a 100 metros do Peru há uma semana, estando agora sem comida nem gasóleo.

Está impedido de pisar terra por causa da pandemia de covid-19 e diz que as autoridades nada fazem.

O capitão que está naquele barco já leva “20 dias”naquela situação. O homem pode ficar incontactável nós próximos dias uma vez que está a utilizar o telemóvel de um colega, que é carregado pelo filho de Manuel, em Portugal.

Se o gasóleo acabar, ficarão sem eletricidade para carregar a bateria do telemóvel.

“Não é normal chamar as autoridades portuárias e dizerem-nos que não podem fazer nada”, afirma o homem no vídeo divulgado pelos filhos.

Segundo relata, “há três dias chegaram três frangos para 18 pessoas”.

O homem conta ainda que está há seis meses sem receber salário e que há outros dos barcos naquele porto na mesma situação.

Veja o vídeo.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por José Pedro (@zepedro098) a

Impala Instagram


RELACIONADOS