Pelo menos 98 mortos nas Filipinas devido à passagem da tempestade Nalgae – novo balanço

Pelo menos 98 pessoas morreram em aluimentos de terra e inundações causadas por fortes chuvas no sul das Filipinas, devido à passagem da tempestade tropical Nalgae.

Pelo menos 98 mortos nas Filipinas devido à passagem da tempestade Nalgae - novo balanço

Pelo menos 98 mortos nas Filipinas devido à passagem da tempestade Nalgae – novo balanço

Pelo menos 98 pessoas morreram em aluimentos de terra e inundações causadas por fortes chuvas no sul das Filipinas, devido à passagem da tempestade tropical Nalgae.

Manila, 31 out 2022 (Lusa) — Pelo menos 98 pessoas morreram em aluimentos de terra e inundações causadas por fortes chuvas no sul das Filipinas, disseram hoje as autoridades, no dia em que a tempestade tropical Nalgae se afastou do território.

O balanço oficial anterior da agência de gestão de desastres das Filipinas apontava para 48 mortos, 33 feridos e 14 desaparecidos.

A maioria das vítimas foi registada na ilha de Mindanau, no sul do país, zona raramente afetada por tufões e tempestades tropicais.

A Nalgae atingiu a ilha principal de Luzon (norte) durante a noite de sábado para domingo, causando falhas no abastecimento de energia. Na capital, Manila, e em cidades vizinhas registaram-se inundações.

A guarda costeira filipina suspendeu o transporte marítimo em grande parte do arquipélago. As fortes chuvas começaram na quinta-feira à noite na região e o mau tempo obrigou à retirada de mais de sete mil pessoas.

Em média, 20 tufões e tempestades atingem as Filipinas todos os anos. No final de setembro, o tufão Noru matou pelo menos dez pessoas no país, incluindo cinco membros das equipas de resgate.

A tempestade tropical Megi, que atingiu o país em abril, matou pelo menos 148 pessoas. Em 2013, o tufão Haiyan causou a morte ou o desaparecimento de mais de 7.300 pessoas.

VQ (JMC) // EJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS