Pelo menos 17 milhões de animais morrem em incêndios do Pantanal no Brasil

Pelo menos 17 milhões de animais vertebrados morreram em consequência direta dos incêndios em 2020 no Pantanal, bioma localizado na região centro oeste do Brasil, estimou um estudo divulgado hoje pelos ‘media’ locais.

Pelo menos 17 milhões de animais morrem em incêndios do Pantanal no Brasil

Pelo menos 17 milhões de animais morrem em incêndios do Pantanal no Brasil

Pelo menos 17 milhões de animais vertebrados morreram em consequência direta dos incêndios em 2020 no Pantanal, bioma localizado na região centro oeste do Brasil, estimou um estudo divulgado hoje pelos ‘media’ locais.

Segundo o portal de notícias G1, os dados pertencem a um estudo realizado por 30 pesquisadores de órgãos públicos, de universidades e de organizações não-governamentais, que foi submetido ao periódico Scientific Reports, do grupo Springer Nature, que está sob avaliação de outros cientistas.

As vítimas mais recorrentes dos incêndios no Pantanal em 2020, que destruíram 4,5 milhões de hectares do bioma, foram as pequenas cobras entre as quais estima-se que houve mais de 9 milhões de mortes.

Os investigadores também relataram que o número de animais mortos pelo fogo tende a estar subestimado porque muitos animais que vivem em tocas ou dentro de ocos de árvores podem ter morrido escondidos nesses locais.

Além disso, muito animais pequenos foram completamente calcinados pelo fogo.

Os incêndios no Pantanal no ano passado foram em sua maioria provocado por atividade humana, segundo investigações das autoridades locais.

O estudo alertou que além da ação direta no bioma, as mudanças climáticas provocadas pelo homem têm influenciado a frequência, a duração e a intensidade das secas na região do Pantanal, facilitando novos incêndios o que pode empobrecer o bioma que já é frágil durante o período da seca.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que monitoriza os biomas do Brasil através de satélites, a chuva dos últimos meses na bacia do alto Paraguai ficou abaixo do esperado. O Pantanal não tem uma cheia há três anos.

Situado na região centro-oeste do Brasil, numa área ao sul da Amazónia, o Pantanal é uma planície que tem 80% da sua área inundada na estação chuvosa e é considerado um santuário onde ainda se encontra preservada uma fauna extremamente rica, que inclui cerca de 600 espécies de aves, 124 de mamíferos, 80 tipos de répteis, 60 tipos de anfíbios e 260 tipos de peixes de água doce.

A maior área do Pantanal (62% ou 150.355 quilómetros quadrados) está no território brasileiro. Cerca de 20% do bioma (conjunto de ecossistemas) situa-se na região norte do Paraguai e 18% na Bolívia.

CYR // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS