Parque Nacional do Virunga anuncia nascimento de 13.º gorila da montanha deste ano

O Parque Nacional do Virunga, no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), passou esta semana a contar com mais um gorila da montanha, com o nascimento da 13.ª cria desde o início do ano.

Parque Nacional do Virunga anuncia nascimento de 13.º gorila da montanha deste ano

Parque Nacional do Virunga anuncia nascimento de 13.º gorila da montanha deste ano

O Parque Nacional do Virunga, no leste da República Democrática do Congo (RDCongo), passou esta semana a contar com mais um gorila da montanha, com o nascimento da 13.ª cria desde o início do ano.

O gabinete de comunicação do parque nacional, considerado uma joia natural e turística ameaçada e um refúgio para grupos armados, disse hoje, citado pela agência France-Presse, que o nascimento da cria, da espécie Gorilla beringei beringei, ocorreu na manhã de 22 de agosto.

A descoberta foi feita por uma equipa de guardas florestais durante uma visita à família Baraka, como parte da monitorização regular das famílias de gorilas na área de Kibumba, no território de Nyiragongo, acrescentou a fonte.

De acordo com o serviço de comunicação do Parque Nacional do Virunga, a família Baraka é atualmente composta por “cerca de 18 indivíduos”.

“A família Baraka está a registar o seu primeiro nascimento do ano, e isto eleva o número de nascimentos para 13 desde janeiro” nas diferentes famílias.

O anterior nascimento mais recente de uma cria de gorilas da montanha, na família Wilungula, foi anunciado pelo Parque Nacional do Virunga na plataforma social Twitter em 13 de agosto.

O Parque Nacional do Virunga é lar de alguns dos últimos gorilas da montanha, cuja população é atualmente superior a mil habitantes.

No ano passado, foram registados 17 nascimentos desta espécie ameaçada.

O Parque Nacional do Virunga é a mais antiga reserva natural em África, tendo sido inaugurado em 1925, e representa um santuário para os gorilas da montanha.

Localizado na fronteira da RDCongo com o Ruanda e o Uganda, o parque cobre 7,8 mil quilómetros quadrados na província de Kivu-Norte.

Estes primatas são uma das principais atrações turísticas do parque, a que se junta a subida ao vulcão Nyiragongo, que entrou em erupção em maio deste ano.

O Parque Nacional do Virunga é também o campo de ação para dezenas de grupos armados, ativos na região há cerca de 30 anos e envolvidos em vários tipos de tráfico.

Em abril do ano passado, 17 pessoas, incluindo 12 guardas florestais do Parque Nacional do Virunga, foram mortas numa emboscada perto da sede do parque em Kivu-Norte.

Mais de 200 guardas-florestais foram mortos desde a abertura do Parque Nacional do Virunga.

JYO // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS