Pai de Valentina protegido na cadeia de Vale de Judeus

Arguidos como o serial killer Rei Ghob, Allan Shariff (luso-americano condenado por burlas) e vários condenados do processo “Noite Branca” estão nesta cadeia de alta segurança.

Pai de Valentina protegido na cadeia de Vale de Judeus

Pai de Valentina protegido na cadeia de Vale de Judeus

Arguidos como o serial killer Rei Ghob, Allan Shariff (luso-americano condenado por burlas) e vários condenados do processo “Noite Branca” estão nesta cadeia de alta segurança.

Há uma semana, de 16 de maio, que Sandro Bernardo se encontra na cadeia de alta segurança de Vale de Judeus, na Azambuja. A decisão de transferência foi tomada após a condenação à pena máxima aplicável em Portugal: 25 anos de prisão pelo homicídio da filha, Valentina.

Em maio passado, Sandro deu entrada na cadeia de Lisboa onde viria a cumprir cerca de um ano de prisão preventiva, após ter estado no Hospital-Prisão de Caxias. Depois de cumprir quarentena de 15 dias, manteve-se na enfermaria. Tal como explica o CM, o facto de passar a arguido condenado a pena pesada, mesmo sem haver trânsito em julgamento da mesma, levou os Serviços Prisionais a avançar com a transferência.

Rei Ghob está no mesmo estabelecimento

Condenado por crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver – tal como a companheira, Márcia, que levou 18 anos e nove meses – Sandro foi colocado na ala mais calma de Vale de Judeus. A maioria dos reclusos que ali se encontram são considerados ‘faxinas‘, isto é, estão inseridos em programas de trabalho voluntário, promovidos pela direção do estabelecimento.

Como medida de segurança adicional, Sandro é vigiado permanentemente por um guarda. Arguidos como o serial killer Rei Ghob, Allan Shariff (luso-americano condenado por burlas) e vários condenados do processo “Noite Branca” estão nesta mesma cadeia de alta segurança. Por isso, os Serviços Prisionais decidiram tratar Sandro Bernardo como um arguido condenado por crimes sexuais, que são tendencialmente alvo de violência nas prisões.

LEIA AINDA
Bebé sem rosto hospitalizado após três paragens cardíacas
Família do bebé Rodrigo vai pedir indemnização
Depois do arquivamento do caso criminal pelo Ministério Público, a família de Rodrigo, o menino que nasceu sem nariz, olhos e parte do crânio, no Hospital de Setúbal, em outubro de 2019, vai avançar com queixa cível no tribunal contra o obstetra Artur de Carvalho. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS