Operação Lex: Luís Filipe Vieira formalmente acusado

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, foi formalmente acusado na sequência do seu envolvimento na operação Lex. O dirigente dos ‘encarnados’ está acusado de recebimento indevido de vantagens.

Operação Lex: Luís Filipe Vieira formalmente acusado

Operação Lex: Luís Filipe Vieira formalmente acusado

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, foi formalmente acusado na sequência do seu envolvimento na operação Lex. O dirigente dos ‘encarnados’ está acusado de recebimento indevido de vantagens.

Apesar de ser a figura mais mediática da operação Lex, Luís Filipe Vieira não é o principal visado da operação Lex. O juiz desembargador Rui Rangel é o maior destaque do processo, estando acusado, entre outros crimes, de tráfico de influência, corrupção e branqueamento de capitais. Existe a suspeição de que terá utilizado o cargo de magistrado para, a troco de dinheiro ou outros meios, receber carros e apartamentos.

Por sua vez, Luís Filipe Vieira está acusado de recebimento indevido de vantagens, não sendo certo que o presidente do Benfica vá a julgamento. Entre os 17 acusados estão também José Veiga, Fátima Galante e Vaz das Neves. De acordo com a Procuradoria Geral da República, existem suspeições da prática dos crimes de corrupção passiva e ativa para ato ilícito, recebimento indevido de vantagem, abuso de poder, usurpação de funções, falsificação de documento, fraude fiscal e branqueamento.

Uma nota da Procuradoria Geral da República indica que três dos 17 arguidos eram magistrados judiciais no Tribunal da Relação de Lisboa, “sendo que um mantém a qualidade de juiz desembargador, ainda que jubilado”, aludindo ao antigo presidente daquele tribunal, Luis Vaz das Neves. Em causa neste processo estão crimes de corrupção passiva e ativa para ato ilícito, recebimento indevido de vantagem, abuso de poder, usurpação de funções, falsificação de documento, fraude fiscal e branqueamento.

Impala Instagram


RELACIONADOS