ÚLTIMA HORA: Oito detidos por possível envolvimento nos atentados no Sri Lanka

Oito pessoas foram detidas por suspeitas de envolvimento na vaga de atentados que atingiu hoje o Sri Lanka e fez, pelo menos, 207 mortos, anunciou o primeiro-ministro, Ranil Wickremesinghe.

ÚLTIMA HORA: Oito detidos por possível envolvimento nos atentados no Sri Lanka

Oito pessoas foram detidas por suspeitas de envolvimento na vaga de atentados que atingiu hoje o Sri Lanka e fez, pelo menos, 207 mortos, anunciou o primeiro-ministro, Ranil Wickremesinghe.

“Até agora os nomes são nacionais”, mas os investigadores estão à procura de eventuais “ligações com o estrangeiro”, declarou o chefe do Governo na televisão, sem dar mais detalhes. A capital do Sri Lanka, Colombo, foi hoje alvo de pelo menos cinco explosões: em quatro hotéis de luxo e uma igreja.

Duas outras igrejas foram também alvo de explosões, uma em Negombo, a norte da capital e onde há uma forte presença católica, e outra no leste do país. A oitava e última explosão, até ao momento, teve lugar num complexo de vivendas na zona de Dermatagoda.

As primeiras seis explosões ocorreram “quase em simultâneo”, pelas 08:45 (03:15 em Portugal), de acordo com fontes policiais citadas por agências internacionais. As oito explosões na ilha mataram, pelo menos, 207 mortos, entre os quais um português, e fez 450 feridos.

 LEIA MAIS

Previsão do tempo para segunda-feira, 22 de abril

Português que morreu nas explosões estava em lua-de-mel

Impala Instagram


RELACIONADOS