OE/Crise: Aprovada na generalidade proposta para manter contribuições extraordinárias em 2022

A proposta do Governo para a manutenção de contribuições extraordinárias em 2022, como as do setor energético e bancário, face à ausência de Orçamento de Estado aprovado para o próximo ano.

OE/Crise: Aprovada na generalidade proposta para manter contribuições extraordinárias em 2022

OE/Crise: Aprovada na generalidade proposta para manter contribuições extraordinárias em 2022

A proposta do Governo para a manutenção de contribuições extraordinárias em 2022, como as do setor energético e bancário, face à ausência de Orçamento de Estado aprovado para o próximo ano.

Lisboa, 17 nov 2021 (Lusa) — A proposta do Governo para a manutenção de contribuições extraordinárias em 2022, como as do setor energético e bancário, face à ausência de Orçamento de Estado aprovado para o próximo ano, foi hoje aprovada na generalidade.

A proposta, que foi apresentada na reunião plenária da Assembleia da República pelo secretário de Estado adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, visa regular “a aplicação da contribuição sobre o setor bancário, do adicional de solidariedade sobre o setor bancário, da contribuição sobre a indústria farmacêutica, da contribuição extraordinária sobre os fornecedores da indústria de dispositivos médicos do Serviço Nacional de Saúde, da contribuição extraordinária sobre o setor energético e do adicional em sede de imposto único de circulação, durante o ano 2022”.

A proposta de lei foi aprovada com os votos contra do CDS-PP e da Iniciativa Liberal, a abstenção do PSD e os votos a favor das restantes bancadas parlamentares (PS, PCP, BE, PAN, PEV e as duas deputadas não inscritas).

MPE // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS