Óbitos por malária em Moçambique caem 21% entre janeiro e setembro

Óbitos por malária em Moçambique caem 21% entre janeiro e setembro

O número de óbitos devido a malária em Moçambique reduziu-se em 21% entre janeiro e setembro deste ano, comparado com igual período do ano passado, informou hoje a porta-voz do Ministério da Saúde.

No total, a malária matou 803 pessoas durante este período, contra 963 óbitos do ano passado, uma redução de 21%, explicou Lídia Chongo.

A porta-voz do Ministério da Saúde falava durante uma conferência de imprensa que serviu para lançar um apelo às populações para maior atenção com a higiene durante a época chuvosa que se inicia em Moçambique.

De janeiro a setembro deste ano, o Ministério da Saúde de Moçambique registou 6.062.408 casos de malária, contra 6.225.957 de igual período de 2017.

Além da malária, as autoridades de saúde moçambicanas registaram 810 casos de cólera, dos quais 649 na província de Cabo Delgados e 161 na província de Nampula, tendo sido registados quatro óbitos nas duas províncias.

“A época chuvosa vai de outubro a março e neste período há um maior risco de aparecimento e agravamento de algumas doenças como, diarreias, malária, hipertensão arterial, entre outras”, concluiu Lídia Chongo.

EYAC // JPS

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Óbitos por malária em Moçambique caem 21% entre janeiro e setembro

O número de óbitos devido a malária em Moçambique reduziu-se em 21% entre janeiro e setembro deste ano, comparado com igual período do ano passado, informou hoje a porta-voz do Ministério da Saúde.