Número de mortes provocadas pela chuva no estado mais rico do Brasil sobe para 42

O número de mortes provocadas por fortes chuvas que caíram na semana passada no litoral do estado de São Paulo, o mais rico do Brasil, subiu para 42, segundo informações divulgadas hoje pela Defesa Civil.

Número de mortes provocadas pela chuva no estado mais rico do Brasil sobe para 42

Número de mortes provocadas pela chuva no estado mais rico do Brasil sobe para 42

O número de mortes provocadas por fortes chuvas que caíram na semana passada no litoral do estado de São Paulo, o mais rico do Brasil, subiu para 42, segundo informações divulgadas hoje pela Defesa Civil.

As autoridades relataram que 36 pessoas desaparecidas ainda não foram localizadas. O número atual de desabrigados é de 336 na cidade do Guarujá e 185 na cidade de Santos.

O governo regional do estado de São Paulo relatou que foram disponibilizadas 32,1 toneladas de materiais de ajuda humanitária aos municípios afetados e equipamentos de proteção individual (luvas e capacetes) e baldes para os voluntários que estão a atuar no apoio às equipas de salvamento.

O diretor de resposta do Departamento de Proteção e Defesa Civil de São Paulo, Marcelo Vieira dos Santos, e sua equipa permanecem na região, em reuniões com o Gabinete de Crise, avaliando as necessidades e a atuação das equipas de salvamento.

As fortes chuvas que atingiram a região na madrugada de 03 de março provocaram inundações e danos em diversos pontos de cidades costeiras de São Paulo, bloquearam vários estradas e afetaram o transporte, educação, abastecimento de água, eletricidade e rede de comunicações.

As chuvas provocaram a acumulação de água nos morros onde se constroem as casas das favelas e os deslizamentos de terra soterraram dezenas de habitações debaixo de lodo e lama.

Apesar de o mau tempo ter diminuído de intensidade nos últimos dias, as autoridades continuam em alerta pelo receio de novos deslizamentos de terra.

CYR // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS