Novo filme de Pedro Costa no Festival de Cinema de Nova Iorque

O filme “Vitalina Varela”, do realizador português Pedro Costa, vau ser exibido, em setembro, no 57.º Festival de Cinema de Nova Iorque, cuja primeira seleção de filmes foi hoje anunciada.

Novo filme de Pedro Costa no Festival de Cinema de Nova Iorque

Novo filme de Pedro Costa no Festival de Cinema de Nova Iorque

O filme “Vitalina Varela”, do realizador português Pedro Costa, vau ser exibido, em setembro, no 57.º Festival de Cinema de Nova Iorque, cuja primeira seleção de filmes foi hoje anunciada.

“Vitalina Varela”, que fará a estreia mundial no Festival de Cinema de Locarno (Suíça), no próximo dia 14, integrado na competição internacional, é incluído no festival de Nova Iorque com a garantia de distribuição no circuito norte-americano no começo de 2020, pela distribuidora independente Grasshopper Film.

Depois de ter contado com a participação da cabo-verdiana Vitalina Varela no filme anterior, “Cavalo Dinheiro” (2014), Pedro Costa dedica-lhe agora o mais recente trabalho.

Esta é a história de uma mulher que viveu grande parte da vida à espera de ir ter com o marido, Joaquim, emigrado em Portugal. Sabendo que ele morreu, Vitalina Varela chegou a Portugal três dias depois do funeral dele, lê-se na nota de imprensa da produtora do filme, a Optec Filmes.

Em 2015, o cinema do realizador português foi alvo de uma retrospetiva precisamente no Lincoln Center, à boleia da estreia de “Cavalo Dinheiro”.

Na altura, o diretor de programação deste centro, Dennis Lim, dizia que “Pedro Costa é um mestre contemporâneo. Simplificando, ninguém faz filmes como ele, seja na metodologia radical, seja nos resultados arrebatadores”.

Além de “Vitalina Varela”, o festival de Nova Iorque selecionou este ano também “Liberté”, filme do realizador espanhol Albert Serra, integralmente rodado em Portugal.

O festival, não competitivo e que decorrerá no Lincoln Center, abrirá a 27 de setembro com “The Irishman”, de Martin Scorsese, produzido pela plataforma Netflix, e encerrará com “Motherless Brooklyn”, segunda incursão do ator Edward Norton na realização.

O festival exibirá ainda filmes que em setembro já foram mostrados ou premiados noutros festivais, como “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, “Parasite”, de Bong Joon-ho, e “Atlantique”, de Mati Diop, todos premiados em Cannes.

O Festival de Cinema de Nova Iorque, que nas próximas semanas revelará a restante programação, decorrerá de 27 de setembro a 13 de outubro.

SS // MAG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS