Mulher afoga a filha como castigo por recusar-se a tomar banho

Lin Li está a ser julgada pelo assassinato da filha, nos Estados Unidos da América. Enfrenta uma pena entre 25 anos de cadeia a prisão perpétua.

Mulher afoga a filha como castigo por recusar-se a tomar banho

Lin Li está a ser julgada pelo assassinato da filha, nos Estados Unidos da América. Enfrenta uma pena entre 25 anos de cadeia a prisão perpétua.

Lin Li, mulher de 27 anos, está a ser julgada pelo assassinato da filha, uma bebé de apenas dois anos, nos Estados Unidos da América. Enfrenta uma pena entre 25 anos de cadeia e prisão perpétua. Melody, a bebé de dois anos, morreu afogada na sequência de um castigo por ter recusado a tomar banho. Lin Li, mãe da vítima, submergiu a cabeça da criança na água até que esta se afogou. As autoridades policiais descobriram que tinha feito o mesmo no dia anterior, com o filho mais velho, na sua casa, em Brooklyn. O menino, de quatros anos, sobreviveu. Mas a irmã mais nova não resistiu ao castigo infligido pela própria mãe.

LEIA DEPOIS
Homem agride assassino da mãe em pleno tribunal [vídeo]

Mulher testemunhou e não mostrou arrependimento

O caso teve lugar em 2017 e começou a ser julgado a semana passada. Lin Li testemunhou e não mostrou arrependimento, justificando o crime com a necessidade de «educar» os filhos «com pulso». O Ministério Público pediu pena de prisão perpétua por um crime que considerou «hediondo» e «injustificável». «Melody era ainda uma bebé indefesa e perdeu a vida porque a mãe a matou. Uma mãe deve proteger um filho. Mas esta foi um carrasco. Uma mulher sem alma e sem coração», afirmou o procurador do Ministério Público. Os norte-americanos estão a seguir atentamente o julgamento e pedem, também, pena máxima para Lin Li.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quarta-feira, 12 de junho
Familiares de idoso roubam pertences no velório [fotos]
Inundações levam jovens a resgatar vítimas em caiaque [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS