Ministro do Ambiente da República Dominicana morto a tiro por amigo de infância

O ministro do Ambiente da República Dominicana, Orlando Jorge Mera, foi morto a tiro na segunda-feira no seu gabinete na capital Santo Domingo, por um amigo de infância, Miguel Cruz, segundo a família.

Ministro do Ambiente da República Dominicana morto a tiro por amigo de infância

O ministro do Ambiente da República Dominicana, Orlando Jorge Mera, foi morto a tiro na segunda-feira no seu gabinete na capital Santo Domingo, por um amigo de infância, Miguel Cruz, segundo a família.

O ministro do Ambiente da República Dominicana, Orlando Jorge Mera, foi morto a tiro na segunda-feira, 6 de junho, no seu gabinete na capital Santo Domingo, por um amigo próximo, adiantaram várias fontes oficiais. “Na madrugada de hoje [segunda-feira] o ministro do Ambiente perdeu a vida num ataque armado ao seu gabinete”, anunciou o porta-voz da presidência, Homero Figueroa, que especificou que o “atirador”, que foi detido, “era amigo pessoal do ministro”.

Homem faz reféns e obriga radialista a transmitir em direto [vídeo]
A família do radialista Henry Xavier foi feita refém e o sequestro foi transmitido em direto no Instagram a pedido do agressor (… continue a ler aqui)

A família da vítima esclareceu que o alegado atirador, Miguel Cruz, era “um amigo de infância que [o ministro] recebeu no seu gabinete”, o que explica como este terá tido um acesso fácil às zonas reservadas no interior do ministério. Cruz terá disparado sete vezes contra Orlando Jorge Mera quando este estava na habitual reunião semanal com os seus vice-ministros. “As circunstâncias do incidente e sua posterior investigação estão nas mãos das autoridades competentes”, acrescentou o comunicado da família, sem dar mais detalhes.

Segundo fontes próximas à investigação, Miguel Cruz é um empresário que mantém conflitos com a política do ministro do Meio Ambiente. Em entrevista à imprensa local em março, Orlando Jorge Mera referiu que levou cerca de 2.300 casos à justiça em menos de dois anos, principalmente por violação de licenças ambientais ou extração ilegal de madeira.

Advogado e político, Orlando Jorge Mera, de 55 anos, filho do ex-presidente dominicano Salvador Jorge Blanco (1982-1986) estava à frente do Ministério do Ambiente desde agosto de 2020.

Fotos: reprodução Instagram Orlando Jorge Mera

 

Impala Instagram


RELACIONADOS