Ministério da Saúde abre concurso para promoção de Técnicos Superiores de Diagnóstico

O Ministério da Saúde abriu concurso para promoção de 826 profissionais para a categoria de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica especialista e de 80 para especialista principal.

Ministério da Saúde abre concurso para promoção de Técnicos Superiores de Diagnóstico

Ministério da Saúde abre concurso para promoção de Técnicos Superiores de Diagnóstico

O Ministério da Saúde abriu concurso para promoção de 826 profissionais para a categoria de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica especialista e de 80 para especialista principal.

O Ministério da Saúde abriu concurso para promoção de 826 profissionais para a categoria de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica especialista e de 80 para especialista principal, segundo um despacho publicado hoje em Diário da República.

A autorização de abertura de procedimentos concursais foi hoje publicada em Diário da República e visa iniciar o processo de promoções nas carreiras de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica e especial de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica, correspondendo a “uma ambição antiga destes profissionais”, refere o Ministério da Saúde.

Segundo o despacho dos gabinetes do Ministro de Estado e das Finanças e do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, “o recrutamento para a categoria de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica especialista faz-se de entre técnicos superiores das áreas de diagnóstico e terapêutica que detenham, no mínimo, seis anos de experiência efetiva de funções na categoria e com avaliação que consubstancie desempenho positivo, nos termos da legislação aplicável”.

O recrutamento para integração na categoria de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica especialista principal também exige a posse, no mínimo, de seis anos de experiência efetiva de funções na categoria de técnico superior das áreas de diagnóstico e terapêutica especialista, com avaliação que consubstancie desempenho positivo.

O presente despacho substitui o diploma de 18 de maio de 2020, sendo válido durante este ano, pelo que a abertura destes procedimentos concursais deve ocorrer no prazo máximo de dois meses.

“A abertura destes procedimentos concursais vai ao encontro da evolução académica, científica e tecnológica desta carreira profissional e do Programa do XXII Governo Constitucional, concretizando a revisão de carreiras da função pública e a aposta no fortalecimento do Serviço da Nacional de Saúde, com a valorização dos profissionais de saúde do SNS”, refere o Ministério da Saúde em comunicado.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS