Médico agredido a soco e a pontapé após recusar passar baixa

Com a ajuda da namorada, jovem de 20 anos agrediu médico que se recusou a passar-lhe uma renovação de baixa

Médico agredido a soco e a pontapé após recusar passar baixa

Médico agredido a soco e a pontapé após recusar passar baixa

Com a ajuda da namorada, jovem de 20 anos agrediu médico que se recusou a passar-lhe uma renovação de baixa

No último dia de 2019, um jovem de 20 anos dirigiu-se ao Centro de Saúde de Moscavide para uma consulta, a fim de pedir renovação de baixa. Durante a mesma, o médico que o atendeu detetou várias incoerências no processo e recusou passar-lhe a renovação. O jovem acabou por agredir o médico a soco e pontapés. Tudo aconteceu pelas 15h00 de terça-feira-

“Pretendia que lhe desse uma vacina para a gripe (porque um primo tinha feito a vacina), e lhe passasse uma renovação da baixa, retroativa a 26/12/2019”, contou o clínico, Vítor Manuel Silva Santos no Facebook.

Ao consultar o processo do doente, o médico concluiu que este tinha estado dias antes noutra unidade de saúde, sem que tivesse “aviado os medicamentos prescritos”. Mais, o doente “não tinha aviado nenhuma receita das que lhe foram passadas em todo o ano de 2018 e 2019”, relata.

“Como não acedi ao que desejava, começou por pegar no teclado do computador e atirá-lo contra a secretária, partindo-o. Com a ajuda da namorada, que me segurava, agrediu-me com vários socos e pontapés, um dos socos no olho direito e um pontapé na grelha costal”, contou o médico, admitindo a “muita dificuldade em conseguir sair para pedir auxílio” ao longo de “10 minutos”.

A PSP está a investigar o caso.

Texto: Marta Amorim

 

Impala Instagram


RELACIONADOS