1. HOME >
  2. NOTICIAS >
  3. ATUALIDADE
Marinha do Brasil lançou com sucesso o primeiro míssil de superfície anti-navio

Marinha do Brasil lançou com sucesso o primeiro míssil de superfície anti-navio

A Marinha do Brasil lançou hoje o primeiro míssil anti-navio, desenvolvido e fabricado inteiramente no país, depois de um primeiro teste de voo com um protótipo realizado em novembro, informaram fontes oficiais.

“Este foi o primeiro lançamento de um míssil superfície-superfície com tecnologia brasileira”, explicou a Marinha do país, numa mensagem publicada na sua conta no Twitter, juntamente com um vídeo de todo o procedimento.

O primeiro protótipo do Míssil de Superfície Nacional Anti-navio (Mansup) foi lançado no dia 27 de novembro passado da Corveta “Barroso”, num teste realizado a 300 quilómetros da costa do Rio de Janeiro.

O míssil, com 5,6 metros de comprimento e 860 quilos de peso, atinge uma velocidade de até mil quilómetros por hora em menos de sete segundos e tem um alcance de 70 quilômetros.

O foguete, compatível com os lançadores presentes em vários dos navios da Marinha do Brasil, pode ser equipado com uma ogiva de fragmentação explosiva de 154 quilos.

O desenvolvimento desses mísseis é o resultado de um projeto iniciado há 10 anos pela Marinha e algumas empresas brasileiras. O protótipo lançado tinha uma ogiva de telemetria.

Segundo a Marinha, o sucesso no desenvolvimento e lançamento do míssil permite ao Brasil ter autonomia tecnológica para produzir esse tipo de armamento.

A confirmação do lançamento ocorre exatamente uma semana depois de a Marinha ter lançado o primeiro dos cinco submarinos que constrói no país, no âmbito de um acordo de cooperação militar com a França, e dos quais o último terá propulsão nuclear.

CYR // JH

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Marinha do Brasil lançou com sucesso o primeiro míssil de superfície anti-navio

A Marinha do Brasil lançou hoje o primeiro míssil anti-navio, desenvolvido e fabricado inteiramente no país, depois de um primeiro teste de voo com um protótipo realizado em novembro, informaram fontes oficiais.