Marcelo defende que novo hospital da Madeira é

Marcelo defende que novo hospital da Madeira é “uma prioridade” que deve ter concretização rápida

O Presidente da República considerou hoje, no Funchal, que a criação do novo hospital da Madeira deve ser “uma realidade rápida” e “uma prioridade”.

Marcelo Rebelo de Sousa respondia à pergunta de um dos alunos que participou num debate subordinado ao tema “Perspetivas para o finalista do ensino secundário” com turmas do 12.º ano, no âmbito da visita que está a efetuar à Madeira.

“Espero que seja uma realidade rápida para os madeirenses porque é uma realidade fundamental”, declarou o chefe de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa acrescentou que, face à realidade, espera que se “concretize, obviamente”.

O Presidente disse acompanhar “atentamente” o que se passa na Madeira, assegurando que conhece “a problemática” do processo do novo hospital da Madeira.

O projeto “é uma prioridade, porque é um salto em termos de necessidade, quantitativo e qualitativo”, que além disso “exige uma resposta qualitativa diferente, que é o novo hospital”.

O projeto do novo hospital tem um custo estimado de 340 milhões de euros, tendo o Governo da República, através do primeiro-ministro, assumido publicamente uma comparticipação de 50% do custo da construção e equipamentos.

Contudo, uma resolução do Conselho de Ministros acabou por fazer entrar na equação da comparticipação os valores dos imóveis devolutos dos atuais hospitais (Dr. Nélio Mendonça e Marmeleiros), o que reduziu o apoio para 96,5 milhões de euros em vez dos 132 milhões inicialmente previstos.

Esta situação tem gerado polémica entre os executivos regional e nacional.

AMB // JPS

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Marcelo defende que novo hospital da Madeira é “uma prioridade” que deve ter concretização rápida

O Presidente da República considerou hoje, no Funchal, que a criação do novo hospital da Madeira deve ser “uma realidade rápida” e “uma prioridade”.