Maior festival de balonismo em Portugal regressa ao Alto Alentejo na segunda-feira

Os céus do Alto Alentejo vão ficar mais coloridos, a partir de segunda-feira, com o regresso do maior festival de balões de ar quente realizado em Portugal, envolvendo 35 equipas de sete países europeus.

Maior festival de balonismo em Portugal regressa ao Alto Alentejo na segunda-feira

Maior festival de balonismo em Portugal regressa ao Alto Alentejo na segunda-feira

Os céus do Alto Alentejo vão ficar mais coloridos, a partir de segunda-feira, com o regresso do maior festival de balões de ar quente realizado em Portugal, envolvendo 35 equipas de sete países europeus.

Promovido pela empresa Publibalão, com a colaboração do Alentejo sem Fronteiras – Clube de Balonismo, a 22.ª edição do Festival Internacional de Balões de Ar Quente vai decorrer, até ao dia 11 deste mês, nos concelhos de Fronteira, Avis, Campo Maior, Monforte e Ponte de Sor, no distrito de Portalegre.

“As nossas expectativas são sempre as melhores. Ao que tudo indica, o tempo vai estar bom para voar, menos no primeiro dia [segunda-feira], que, segundo as previsões, vai apresentar-se um pouco instável”, disse hoje à agência Lusa Maria Inês Soares, uma das responsáveis da organização.

Este ano, o evento vai contar com a participação de 35 equipas de Portugal, Espanha, França, Holanda, Bélgica, Inglaterra e Luxemburgo.

Além de realizar voos cativos, o festival tem para oferecer, diariamente, voos livres (as habituais viagens de balão).

“Um dos atrativos está previsto para o dia 09 deste mês, pelas 17:00, no Aeródromo Municipal de Ponte de Sor, onde vai ser efetuada uma descolagem (voo cativo) e vamos ter um avião a fazer acrobacias em redor do balão”, disse.

Durante o 22.º Festival Internacional Balões de Ar Quente, os voos vão estar associados a campanhas solidárias a favor dos bombeiros dos concelhos aderentes e da associação Coração Delta.

Além dos voos cativos e livres, o festival vai contar no sábado com um “Night Glow”, em Ponte de Sor.

O “Night Glow” é um espetáculo noturno, em que os pilotos preparam os seus balões como se fossem descolar, no entanto ficam presos a alguns metros do chão, onde as chamas libertadas intercaladamente pelos queimadores criam um espetáculo visual.

A organização tinha previsto que o festival começava este fim de semana, em Lisboa, na Praça do Império, mas, por razões meteorológicas, adiou a iniciativa na capital para o dia 17 deste mês, às 18:00.

Em Lisboa, a organização do festival vai oferecer a todos os que queiram participar subidas e descidas em balão e um espetáculo de luz, cor e som em balão de ar quente.

O Festival Internacional de Balões de Ar Quente, o maior e mais antigo do género em Portugal, conta com raízes no distrito de Portalegre, tendo servido de base para a abertura, em 2012, da primeira escola do país para pilotos de balões de ar quente, em Fronteira.

HYT // MLM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS