Maestro Pedro Carneiro dirige concerto no Rio de Janeiro em novembro

O maestro e percussionista português Pedro Carneiro dirige, em 06 de novembro, um concerto com a Orquestra Sinfónica Brasileira (OSB), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, numa celebração da música dos dois países.

Maestro Pedro Carneiro dirige concerto no Rio de Janeiro em novembro

Maestro Pedro Carneiro dirige concerto no Rio de Janeiro em novembro

O maestro e percussionista português Pedro Carneiro dirige, em 06 de novembro, um concerto com a Orquestra Sinfónica Brasileira (OSB), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, numa celebração da música dos dois países.

Integrado na “Série Mundo” da OSB – cujo objetivo é apresentar, ao longo do corrente, música de sete países -, o concerto dirigido por Pedro Carneiro é uma celebração da música portuguesa e brasileira.

“O evento musical começa com a Abertura em ré, do padre José Maurício Nunes Garcia, seguida da estreia mundial do Concerto para marimba e orquestra, de Miguel Azguime. Na segunda parte será executada a Sinfonia n.º 1 em ré menor de Joly Braga Santos”, explicou o Centro Camões em Brasília, um dos apoiantes do concerto, em comunicado.

No entanto, três dias antes do evento principal, em 03 de novembro, o maestro e percussionista português, que é cofundador, diretor artístico e maestro titular da Orquestra de Câmara Portuguesa e da Jovem Orquestra Portuguesa, orientará ainda uma ‘masterclass’ de percussão, aberta a todos os públicos, na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Trata-se de uma iniciativa da Percussive Arts Society — Brazil, que servirá de preparação para o concerto com a OSB.

Este será o último concerto da “Série Mundo” da OSB no Theatro Municipal do Rio de Janeiro que, antes de Portugal, recebeu o Azerbaijão, França, Áustria, México, Alemanha e Espanha.

Fundada em 1940, a OSB é o mais tradicional conjunto sinfónico do país sul-americano, tendo realizado mais de cinco mil concertos ao longo da sua história.

O concerto da OSB, dirigido por Pedro Carneiro, assim como a ‘masterclass’, contam com o apoio do Camões — Centro Cultural Português em Brasília, da Fundação Calouste Gulbenkian e da Câmara de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro.

MYMM // TDI

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS