Macau desce nível de alerta à medida que tufão Lionrock se afasta

Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos de Macau (SMG) emitiram hoje o sinal 3 de alerta de tempestade tropical, quando o tufão Lionrock estava a 510 quilómetros a sudoeste do território.

Macau desce nível de alerta à medida que tufão Lionrock se afasta

Macau desce nível de alerta à medida que tufão Lionrock se afasta

Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos de Macau (SMG) emitiram hoje o sinal 3 de alerta de tempestade tropical, quando o tufão Lionrock estava a 510 quilómetros a sudoeste do território.

Às 02:00 (19:00 de sábado em Lisboa), o Lionrock encontrava-se a cerca de 510 quilómetros a sudoeste de Macau, com ventos sustentados entre os 41 e os 62 quilómetros por hora (k/h), acompanhados de rajadas de cerca de 110 k/h, de acordo com os últimos dados publicados na página ‘online’ dos SMG.

“Com o afastamento do Lionrock de Macau, e devido ao enfraquecimento do efeito de confluência associada com a monção nordeste, o vento na região vai enfraquecer progressivamente”, referiram, em comunicado.

Com a descida do sinal de alerta de tempestade tropical do n.º 8 para n.º 3, os transportes públicos vão ser gradualmente retomados e as pontes do território reabertas à circulação.

A escala de alerta de tempestades tropicais é formada pelos sinais 1, 3, 8, 9 e 10, cuja emissão depende da proximidade da tempestade e da intensidade dos ventos.

As autoridades avisaram ainda para a possibilidade de um novo ciclone tropical se aproximar de Macau nos próximos dias: “espera-se que o ciclone tropical Kompasu localizado a leste das Filipinas, se aproxime do estreito de Luzon no início da próxima semana”.

Desde 2017, três tufões obrigaram as autoridades a emitir o alerta máximo, com o último (Higos) a atingir Macau em agosto de 2020.

Em setembro de 2018, o Mangkhut provocou 40 feridos e inundações graves no território.

Um ano antes, o tufão Hato (posteriormente denominado de Yamaneko pelas autoridades locais), considerado o pior em mais de 50 anos a atingir o território, causou dez mortos e 240 feridos.

EJ // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS